E-commerce: 10 dicas para vender mais nos feriados

E-commerce: 10 dicas para vender mais nos feriados

30 de julho de 2022

O segundo semestre do ano traz ótimas oportunidades de negócios, especialmente para os setores de comércio e serviço. Pelo menos quatro das principais datas promocionais acontecem ao longo dos próximos meses: Dia dos Pais (14 de agosto), Dia das Crianças (12 de outubro), Black Friday (24 de novembro) e o Natal (25 de dezembro). Nesse contexto, é fundamental que os donos de micro e pequenas empresas estejam preparados para potencializar suas vendas usando todos os recursos possíveis, principalmente os digitais.

O gerente de Atendimento ao Cliente do Sebrae, Enio Pinto, comenta que é importante que os empreendedores estejam atentos à necessidade de diversificar seus canais de venda e de ampliar sua presença digital.

“Desde o início da pandemia, a maioria dos empresários buscaram se lapidar, aperfeiçoar e profissionalizar. Com isso, cresceu significativamente o número de empresas que estão presentes no ambiente digital, fazendo negócios no ambiente on-line. Mas ainda dá tempo para aqueles que desejam rever seu modelo de negócios, incorporar mudanças e passar a utilizar as redes sociais ou vender em marketplaces”, avalia. “É a hora de organizar e explorar seu banco de clientes, preparar os estoques e pensar em novas estratégias”, acrescenta.

Prepare-se

Antes de dar o primeiro passo, é preciso entender o que está por trás de um e-commerce: quais investimentos são necessários, quem são os parceiros, fornecedores, clientes e concorrentes, como será a estratégia de marketing. Elabore um Plano de Negócios e tenha em mente também se pretende concorrer em nichos ou no mercado de massa, em que a competição será basicamente por preço.

Tenha um site 100% funcional

Tudo o que estiver disponível no site deve funcionar da melhor forma possível. O cliente precisa ter a navegação facilitada, para que não desista e procure um concorrente. Os problemas mais comuns são: site lento, imagens muito pequenas, grande quantidade de anúncios, pouco contraste entre fundo da página e cor de letra inadequada, problemas em encontrar o que procura.

Seja verdadeiro

Não prometa o que não puder cumprir. Exponha com clareza questões sobre cobrança de frete e prazo de entrega. Isso proporcionará confiabilidade ao site e poderá ser fator decisivo de compra. Já em termos legais, o empreendimento deve alinhar-se às regras obrigatórias para funcionamento de lojas virtuais.

Dedique-se à logística

Não existe contato físico na compra pela web, e isso gera uma grande expectativa no cliente para receber a mercadoria. O tempo de espera deve ser igual ou menor que o prazo acordado no site e a mercadoria precisa chegar impecavelmente embalada. Sempre!

Ofereça multicanais

É necessário estar presente nas redes sociais, criar um blog, ter um chat ou um e-mail específico para o atendimento ao cliente, além de ter um número de telefone bem visível no site. É muito importante facilitar ao máximo o acesso do cliente ao negócio, pois o comprador pode sentir a necessidade de contatar a loja antes, durante ou depois da compra.

Monte uma boa equipe

Todos os profissionais das áreas de conteúdo, design, tecnologia da informação e marketing devem conversar, interagir, integrar-se para que se alcance êxito no trabalho que cada um executa.

Anuncie

Uma boa maneira é começar fazendo testes com pequenos investimentos e medindo os resultados (verificando se houve aumento de cliques, de visitas e de vendas). Há muitas maneiras de fazer anúncios na internet: por links patrocinados (destaques do empreendimento em mecanismos de busca como Google e Bing), mídias sociais e outros.

Invista em SEO

O trabalho de Otimização para Mecanismos de Buscas (ou SEO) é direcionar os motores de busca para dar destaque ao conteúdo. Hoje, os sites de busca são a principal fonte de procura de informações pelos que navegam na web. Portanto, ter um site bem-posicionado nesses buscadores é fundamental para ser visto.

Participe de um marketplace

Ter uma loja on-line não garante o tráfego de pessoas para o seu site, por isso ter estratégias de anúncios, SEO e redes sociais são importantes. Participar de marketplaces como Amazon, Mercado Livre, Magazine Luiza e Americanas.com pode fazer seu negócio ficar exposto a grandes volumes de tráfego, mas a vantagem é que você só é cobrado quando realiza a venda.

Invista em gestão

O back office (“a parte de trás do balcão”) representa a estrutura física completa dos bastidores do website de uma loja virtual e é fundamental gerenciá-la para garantir que o produto adquirido pelo cliente seja entregue de acordo com as especificações e o prazo combinado.

Saiba também: Dez dicas para conquistar clientes ao seu negócio

O portal Empreender em Goiás é uma iniciativa privada com a missão de incentivar a abertura e o crescimento de empresas. Contamos com os melhores parceiros para gerarmos notícias, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.