Mabel: “Tenho chance de ser eleito presidente da CNI”

Mabel: “Tenho chance de ser eleito presidente da CNI”

1 de julho de 2022

Empresário goiano concorre com candidatos da Bahia e do Mato Grosso

Presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), Sandro Mabel está em campanha para presidir a Confederação Nacional da Indústria. Ao EMPREENDER EM GOIÁS, ele afirmou nesta sexta-feira (1/7) a intenção de presidir a entidade nacional e demonstrou otimismo com a sua candidatura. A eleição será em abril de 2023.

“Tenho chance (de ser eleito). Há um outro companheiro da Bahia (Antônio Alban) que é candidato e agora um do Mato Grosso (Gustavo de Oliveira)”, afirmou o empresário goiano. Ele explica que são 27 eleitores, representando os Estados e o Distrito Federal. “Como sou candidato, são 26 além de mim. É preciso conversar muito, apresentar um programa. É o que estou fazendo”, conta Mabel. Ele revela que há cerca de 60 dias está em campanha, negociando apoios.

“Estou fazendo uma peregrinação e apresentando um plano, discutindo sobre as ideias que reuni. Porque a indústria brasileira precisa tomar outro rumo”, defende Mabel. Entre outros pontos, ele defende que a indústria brasileira necessita que no próximo governo seja recriado o Ministério da Indústria e do Comércio.

Agregar valor

“Precisamos de uma política industrial mais reforçada. O Brasil produz várias matérias-primas, mas não produz aquilo que deve ser produzido, industrializando essas matérias-primas”, pondera. Mabel frisa que, por conta disto, milhares de empregos deixam de ser gerados no Brasil.

“Mandamos minério de ferro, soja e milho para ser industrializados em outros países. E hoje a segurança alimentar do mundo passa pela riqueza do nosso País”, avalia.

Sandro Mabel também defende mais investimentos nos serviços de treinamento e capacitação oferecidos pela indústria nacional, por meio do Senai e do Sesi. “Devemos investir nesses serviços para oferecer um treinamento mais forte, o que terá como resultado uma indústria mais qualificada e forte para exportar para o mundo inteiro”, propõe.

O candidato a presidente da CNI também defende maior industrialização de Goiás. Frisa que mais de 70% da produção goiana exportada é in natura. “É um absurdo, não agrega nenhum centavo para o Estado, que poderia ser muito mais industrializado”, frisa Mabel.

O portal Empreender em Goiás é uma iniciativa privada com a missão de incentivar a abertura e o crescimento de empresas. Contamos com os melhores parceiros para gerarmos notícias, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.