Setor mineral goiano será mapeado por 20 anos

Setor mineral goiano será mapeado por 20 anos

14 de junho de 2022

Secretário Joel Sant’Anna (SIC) e a reitora Angelita Pereira (UFG) assinam o contrato

O setor de mineração em Goiás será alvo de mapeamento pelos próximos 20 anos. O objetivo é atrair novos investidores para Goiás e, com esta finalidade, subsidiá-los com mapeamento geral que englobará áreas, histórico das regiões, informações jurídicas, demandas e oportunidades. Os focos são, principalmente, os pequenos e médios mineradores. Hoje, Goiás já conta com média de R$ 4 bilhões de investimentos de grandes mineradoras.

Para tanto, o contrato do projeto Mapeamento de Oportunidades de Crescimento do Setor Mineral em Goiás 2022-2042 foi assinado pelo governo de Goiás, por meio da Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços (SIC), Universidade Federal de Goiás (UFG), Fundação de Apoio à Pesquisa (Funape) e Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco).

“Celebramos este grande projeto, que é o mapeamento mineral de 2022 a 2042. O governador Ronaldo Caiado dá um grande passo para que possamos aumentar os investimentos na área da mineração, fazendo com que as empresas que possam vir para Goiás, as pequenas e micros, principalmente, já com esse mapeamento pronto. Importante dizer que a Secretaria de Meio Ambiente já deu um grande passo também por meio das licenças ambientais com o novo Sistema Ipê”, afirma o titular da SIC, Joel Sant’Anna Braga Filho.

Coordenação

O projeto será coordenado pelo professor da Faculdade de Ciências e Tecnologia da UFG (Câmpus de Aparecida de Goiânia), doutor de Geologia, José de Araújo Nogueira Neto, com atuação direta da SIC e reuniões sistemáticas entre a Secretaria e a Universidade, além de Funape e Sudeco. José de Araújo explica que os trabalhos serão executados por um grupo de professores da Universidade, com expertise na área.

“Faremos, nesse período, um apanhado sobre legislação, questão histórica, demandas e oportunidades para apresentação ao governo, em contatos diretos com a SIC. O objetivo é entregar ao Estado, até um ano a partir da data de assinatura do contrato, um diagnóstico do setor de mineração em Goiás”, resume o professor. O evento aconteceu no auditório da Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação (PRPI), no Parque Tecnológico Samambaia (Campus II) da UFG, onde os trabalhos serão feitos.

Leia também: Goiás será o segundo maior produtor de soja do País.

O portal Empreender em Goiás é uma iniciativa privada com a missão de incentivar a abertura e o crescimento de empresas. Contamos com os melhores parceiros para gerarmos notícias, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.