Franquias faturam R$ 5 bilhões em Goiás

Franquias faturam R$ 5 bilhões em Goiás

16 de fevereiro de 2022

O setor de franquias em Goiás faturou R$ 5,08 bilhões em 2021, um crescimento de 18,6% em relação ao ano anterior, cujo faturamento foi de R$ 4,28 bilhões, conforme dados divulgados hoje (16/2) pela Associação Brasileira de Franquias (ABF). O resultado revela que, mesmo com a pandemia, o mercado de franquias consolidou sua curva de recuperação em 2021, compensando grande parte das perdas de 2020 e com melhor desempenho em relação a 2019.

O balanço de 2021 indica um crescimento de 15,5% no total de unidades de franquias na comparação com 2020, totalizando 5.274 operações ante 4.565. O setor de serviços e outros negócios encerrou o ano com 1.333 unidades, 59,1% de crescimento em relação a 2020, seguido pelo segmento de saúde, beleza e bem estar, com 1.016 unidades e aumento de 43,1% em relação a 2020. Destaque também para o setor de entretenimento e lazer ao registrar crescimento de 165,6%, saindo de 33 para 88 novas unidades. Tiveram queda os setores de alimentação – comércio e distribuição (-35,4%), comunicação, informática e eletrônicos (-22%) e alimentação – food service ( 13,7%)

Com a retomada da expansão e do faturamento, o setor abriu mais postos de trabalho. O número de trabalhadores diretos aumentou 15,6% no ano passado, chegando a 42.988 empregos ante 37.197 em 2020. Em média, cada unidade de franquia gerou 8 empregos diretos. “Muitos deles estão em sua primeira experiência e as redes têm o importante papel de formação. Um ambiente menos burocrático e com uma carga tributária mais equilibrada certamente ajudaria o setor a gerar ainda mais postos”, afirma o presidente da ABF, André Friedheim.

A flexibilização ou suspensão das medidas restritivas de distanciamento social, ampliando o funcionamento do comércio em geral; o bom desempenho de alguns setores beneficiados pela maior permanência das famílias em casa, os ganhos de eficiência das redes de franquias, que investiram mais na digitalização de suas operações, na multicanalidade, em novos modelos de negócios são fatores que contribuíram para esse bom desempenho. O setor se beneficiou também da retomada gradual dos hábitos dos consumidores -que inclusive impulsionou também a área de serviços de forma geral -, do aumento significativo do movimento nos shopping centers e da chegada de novos players.

Brasil

No Brasil, o setor faturou R$ 185,068 bilhões no ano, cerca de 0,9% abaixo do resultado de 2019 (R$ 186,755 bilhões), mas 10,7% acima de 2020, quando registrou R$ 167,187 bilhões. O resultado mais expressivo se deu no 4º trimestre, com um crescimento de 3,1% em relação ao mesmo período de 2019 (R$ 56,663 bi).

Ao contrário de 2020, quando poucos segmentos registraram resultados positivos, no ano passado todos tiveram crescimento em relação ao ano anterior. “Os dados mostram que o mercado de franquias registrou uma recuperação mais homogênea em 2021 na comparação com 2020 e que segmentos como Casa e Construção (19,3%) e Saúde, Beleza e Bem Estar (10,5%) até ganharam espaço”, diz o presidente da ABF, André Friedheim.

O portal Empreender em Goiás é uma iniciativa privada com a missão de incentivar a abertura e o crescimento de empresas. Contamos com os melhores parceiros para gerarmos notícias, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.