Emissão de notas fiscais (ICMS) soma R$ 1,4 trilhão em Goiás

Emissão de notas fiscais (ICMS) soma R$ 1,4 trilhão em Goiás

7 de janeiro de 2022

Recorde: no ano passado foram emitidas 984,6 milhões de notas fiscais (NFC-e e NF-e) em Goiás, segundo a Secretaria de Estado da Economia, incluindo varejo e comércio virtual. A movimentação somou R$ 1,4 trilhão. Os dados superam o resultado em 2020, início da pandemia, quando foram 892,8 milhões emissões de notas, que representaram R$ 968 bilhões. Em 2019 foram 920,3 milhões de notas, que somaram R$ 802,3 bilhões.

Principal mês para o comércio, dezembro passado registrou quase 100 milhões de notas emitidas em Goiás, com movimentação de R$ 119,8 bilhões, frente a R$ 81,3 bilhões no mesmo período de 2020 e R$ 65 bilhões em 2019. “Goiás está mais uma vez demonstrando sua força e capacidade de superação. Com responsabilidade fiscal, abrimos caminho para que a economia continue crescendo”, frisou a secretária de Estado da Economia, Cristiane Schmidt.

A NF-e foi implantada em Goiás em 2005 e a NFC-e em 2016. O documento digital traz economia e otimização da fiscalização por parte do Fisco, que acompanha em tempo real as operações comerciais. Além disso, proporciona legitimidade e segurança ao consumidor que pode verificar a autenticidade do documento recebido no site da Secretaria de Estado da Economia. No caso da NFC-e é possível, inclusive, ler o QRCode com o celular. No caso da NF-e, a consulta pode ser feita no site da secretaria por meio da chave presente na nota.

O portal Empreender em Goiás é uma iniciativa privada com a missão de incentivar a abertura e o crescimento de empresas. Contamos com os melhores parceiros para gerarmos notícias, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.