Sexta tensa no mercado: Bolsa cai e dólar dispara

Sexta tensa no mercado: Bolsa cai e dólar dispara

22 de outubro de 2021

A sexta-feira está sendo muito tensa no mercado financeiro e de ações por conta do drible do governo e do Congresso no teto de gastos para ampliar as despesas em ano de eleições, que levou a uma debandada da área técnica do Ministério da Economia. Ao todo, o ministro Paulo Guedes já perdeu 19 auxiliares, mas pode chegar a 22 ainda neste mês. O Ibovespa, principal índice da B3 (Bolsa de Valores de São Paulo), cai 4,03%, aos 103.638 pontos às 11h48 desta 6ª feira (22.out.2021). A Bolsa já perdeu 4.342 pontos. O dólar sobe 0,91%, cotado aos R$ 5,72. Moeda americana mais cara, inflação também aumenta no Brasil, não custa lembrar.

A ideia do governo é abrir uma margem para gastar entre R$ 83 bilhões e R$ 95 bilhões a mais no ano que vem, além de R$ 15 bilhões neste ano. O dinheiro será usado para financiar o Auxílio Brasil de R$ 400, em substituição ao Bolsa Família. Além disso, os recursos serão utilizados na criação de um “auxilio-diesel” aos caminhoneiros autônomos até o fim de 2022, categoria que já apoiou o presidente Jair Bolsonaro e ameaça com paralisação.

“A semana toda foi muito ruim. O mercado espera convicção do governo nos gastos”, disse o economista e sócio da Golden Investimentos, Thomas Giuberti, ao Valor. “O receio do mercado é que fique esse horror sem fim, de que o governo faça esse puxadinho agora e daqui alguns meses invente outro. Esse não é um ambiente benigno para a bolsa”, frisou.

Em sua tradicional live de quinta-feira, o presidente Jair Bolsonaro tentou minimizar ontem os efeitos da crise no Ministério da Economia no mercado. “Aí fica o mercado nervosinho. Se vocês explodirem a economia do Brasil, pessoal do mercado, vocês vão ser prejudicados também. Querem acreditar na minha palavra ou na da Miriam Leitão?”, disse o presidente. Pelo visto…

O portal Empreender em Goiás é uma iniciativa privada com a missão de incentivar a abertura e o crescimento de empresas. Contamos com os melhores parceiros para gerarmos notícias, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.