Energia: reajuste tarifário em Goiás pode chegar a 15%

Energia: reajuste tarifário em Goiás pode chegar a 15%

6 de setembro de 2021

O reajuste nas tarifas de energia elétrica em Goiás pode chegar até 15% neste ano. Isto não leva em conta o recente aumento no custo da energia a ser paga pelos consumidores com a criação da bandeira da crise hídrica pelo governo federal. Se trata do reajuste das tarifas concedido todos os anos pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Segundo fontes no mercado ouvidas pelo EMPREENDER EM GOIÁS, esse aumento nas tarifas de energia elétrica da Enel Goiás deve ficar entre 10% (caso a decisão seja apenas de repor a inflação) e 15% (para compensar a distribuidora pelo aumento de custos com a aquisição de energia elétrica). No ano passado, a Aneel aprovou reajuste médio de 4,2% nas tarifas de energia elétrica em Goiás, para repor a inflação acumulada nos 12 meses anteriores (o IPCA deu 3,14% na época).

ICMS
As tarifas de energia são definidas pela Aneel com base em leis e regulamentos federais e contêm custos de compra e transmissão de energia, encargos setoriais e impostos. Estes valores são arrecadados pela distribuidora, por meio da tarifa de energia, e repassados integralmente às empresas de geração, transmissão e aos governos federal e estadual.

Para se ter uma ideia, de uma conta de R$ 100 de energia elétrica para por um consumidor goiano, apenas R$ 18,70 são destinados à Enel Distribuição Goiás. Outros R$ 31,50 são impostos, sendo que o Estado fica com a maior fatia: R$ 25,90, com a cobrando do ICMS.

O portal Empreender em Goiás é uma iniciativa privada com a missão de incentivar a abertura e o crescimento de empresas. Contamos com os melhores parceiros para gerarmos notícias, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.