Tradener começa produzir energia em Luziânia

Tradener começa produzir energia em Luziânia

3 de setembro de 2020

Waldrido Ávila: “O Brasil não pode abdicar do compromisso com as energias renováveis”

A Tradener, empresa paranaense comercializadora de energia elétrica com atuação na América Latina e no Brasil, recebeu autorização da Aneel para iniciar a operação (em fase de teste) da pequena usina hidrelétrica (PCH) Tamboril, em Luziânia (GO), com duas unidades geradoras de 7.900 kW cada, totalizando 15,8 MW de capacidade instalada. O investimento nesta unidade somou quase R$ 150 milhões e a empresa tem outros investimentos em andamento para produção de energia elétrica em Goiás.

“O Brasil não pode abdicar do compromisso que assumiu com as energias renováveis e, nesse contexto, as PCHs estão em condições de oferecer contribuições muito positivas para que tenhamos uma matriz energética limpa”, afirmou Walfrido Avila, presidente da Tradener. “Existem preconceitos em relação às PCHs que precisamos rapidamente superar no Brasil”, frisou.

A Tradener está energizando uma PCH com capacidade instalada de 18 MW recém-construída no Rio São Bartolomeu, área do município goiano de Cristalina. Além disso, a empresa paranaense está autorizada a construir mais três PCHs no mesmo rio. As obras deverão se iniciar em 2021, com investimentos de R$ 400 milhões.

Uma das maiores comercializadoras independentes de energia elétrica e gás natural do País, com atuação desde 1998, a Tradener tem como foco consumidores livres de energia elétrica e produtores independentes. Foi uma das primeiras empresas autorizadas pela Aneel (em 1998) a comercializar energia com consumidores livres e geradores no ambiente de contratação livre (ACL) e com distribuidores no ambiente de contratação regulada (ACR). Além de realizar leilões próprios, de compra e venda de energia convencional e incentivada, participou de mais de 700 leilões de compra e venda de energia elétrica na última década.

A Aneel aponta que Goiás possui a perspectiva de 76 centrais geradoras hidrelétricas (CGHs) inventariadas, totalizando 246 MW, e mais 151 empreendimentos de pequenas centrais hidrelétricas (PCHs), com incremento de mais 2.662 MW em geração de energia elétrica. A construção destas usinas hidrelétricas inventariadas aponta para cerca de R$ 18 bilhões em investimentos (saiba mais aqui).

O portal Empreender em Goiás é uma iniciativa privada com a missão de incentivar a abertura e o crescimento de empresas. Contamos com os melhores parceiros para gerarmos notícias, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.