Pós-pandemia já chegou para as empresas

Pós-pandemia já chegou para as empresas

3 de setembro de 2020

Agilidade e atendimento personalizados, redes sociais como ferramentas de apoio à divulgação e home-office são algumas das tendências que devem continuar neste momento pós-pandemia. É o que revela pesquisa realizada pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) com mais de 300 entrevistas com empresários de 11 segmentos em 18 Estados.

Os consumidores estão mais exigentes, conscientes e digitais. O analista da Unidade de Inovação e Competitividade do Sebrae Goiás, Athos Vinícius Ribeiro, destaca que mesmo antes da pandemia era importante ter presença digital. “Alguns padrões de consumo virtual já estavam em alta, mas a pandemia trouxe novas experiências como é o caso de consultas médicas, educação e ensino e outros”, afirmou. Há também os modelos de negócio que já não podem ser mais nem considerados tendências, como o delivery. “Eles já tinham destaque antes da pandemia e deverão continuar em alta”, disse.

André Longo: “O negócio foi oportunidade de garantir renda extra”

Essas tendências foram observadas logo em março pelo empreendedor André Longo que decidiu se tornar personal shopper – assistente de compras on-line. “O negócio surgiu para resolver dilemas abertos pela crise sanitária como compras on-line mais baratas e, para mim, foi oportunidade de garantir renda extra”, comenta. O pequeno empreendedor segue a receita à risca e diz que faz atendimento gratuito e personalizado para recomendar aos clientes o melhor produto e a melhor oferta do mercado de acordo com as necessidades. “É para quem quer uma mãozinha na pesquisa de produtos de qualidade com preços mais atraentes ou simplesmente para quem deseja comprar as coisas com mais agilidade”, diz.

O especialista do Sebrae lembra ainda que os consumidores buscam experiências. “De modo geral, os clientes não desejam os produtos e/ou serviços. Eles os colocam em suas vidas para progredir. Para saber que tipo de progresso eles querem é preciso perguntar. É preciso de fato ouvir o que o cliente deseja”, afirmou Athos. Ressalta ainda que empatia e responsabilidade social serão características procuradas pelos consumidores no momento de adquirir algum produto ou serviço. “É preciso que o empreendedor seja empático e procure criar uma interação verdadeira com as pessoas. Um exemplo no empreendedorismo são os negócios que passaram a oferecer serviços especiais aos idosos para protegê-los do coronavírus”, detalhou.

Sobre o futuro, o especialista prefere não fazer previsões. “A pandemia nos mostrou bem que viver é incerto. Diante disso, é importante mesmo ter agilidade nas respostas”, comentou. Sobre tendências que seguirão, ele citou ainda o resgate do passado, de valorização do comércio local, de alimentos produzidos regionalmente, com processos mais simples e naturais, priorizando a produção na própria comunidade.

6 tendências pós-pandemia

1) Os clientes estão mais conectados e exigentes, o que levou à busca por mais agilidade e atendimento mais personalizado. Além disso, cresceu a necessidade de diversificação de produtos e serviços.

2) Redes sociais foram reforçadas como ferramenta de apoio para vendas e divulgação, assim como o desenvolvimento de aplicativos próprios e qualificação de entregadores para delivery.

3) Parte da equipe trabalhando em home-office deve ser mantida como uma realidade pós-pandemia.

4) Produções estão mais enxutas e sustentáveis para evitar desperdício.

5) O modelo híbrido da educação, aliando experiências presenciais e online, deve também ser mais comum no setor de moda.

6) No turismo, roteiros regionais, locais e ao ar livre devem ser a principal tendência no pós-pandemia.

O portal Empreender em Goiás é uma iniciativa privada com a missão de incentivar a abertura e o crescimento de empresas. Contamos com os melhores parceiros para gerarmos notícias, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.