Pós-pandemia: Caiado cria a Secretaria da Retomada

Pós-pandemia: Caiado cria a Secretaria da Retomada

4 de agosto de 2020

Caiado e César Moura: meta é reduzir o impacto negativo causado pela pandemia

O governador Ronaldo Caiado assinou hoje (04/08) o decreto que cria a Secretaria da Retomada, voltada para a recuperação da economia goiana ao período da pós-pandemia da Covid-19, e empossou o novo secretário estadual César Moura. O governo também anunciou a destinação de R$ 4 milhões, via Secretaria da Agricultura à nova pasta, para aquisição de produtos da agricultura familiar em todo Estado.

Entre as metas estabelecidas para a Secretaria da Retomada estão as de diminuir o impacto negativo causado pela pandemia do na economia goiana. Parcerias com outras secretarias estaduais, empresas e autarquias do Estado de Goiás estarão no escopo, a fim de acelerar a execução das iniciativas aprovadas, além de acompanhar o andamento dos projetos. trabalhar para avançar no crédito subsidiado do FCO para obter capital de giro necessário para a sobrevivência das pequenas empresas. A nova pasta assume atribuições que eram das secretarias de Desenvolvimento Social (Seds), de Desenvolvimento Econômico e Inovação (Sedi), e de Indústria e Comércio (Sic), e que estão relacionadas especificamente à geração de emprego, renda e qualificação profissional.

“Fomos o primeiro Estado a tomar essa decisão para, com uma junção de esforços, podermos estender a mão ao cidadão”, disse o governador. “Desde o começo da pandemia, ficou claro para todos nós que a realidade mudaria de forma drástica e muito rápida e não podemos ficar parados. Será nosso papel criar conexões, acelerar a retomada do Estado”, frisou Moura.

Cervejaria

Também foi assinado protocolo de intenções entre governo e a Ambev para fortalecimento da cadeia produtiva da mandioca de Goiás. A empresa vai criar uma marca de cerveja goiana a partir da fécula da mandioca e, inicialmente, vai comprar a produção nas cidades de Cavalcante, Flores de Goiás e Posse, na Região Nordeste do Estado.

“Estamos numa crise sem precedentes e Ambev tem mudado o seu mindset, entrado nessa crise de corpo inteiro, para ajudar a comunidade brasileira a passar por ela”, disse o presidente da cervejaria, Jean Jereissati. O projeto de produzir uma nova cerveja ainda está no papel, com o nome e receita do produto a serem definidos. “A gente estudou jabuticaba, pequi, mandioca como ingredientes dessa cerveja, tendo sido a raiz escolhida por sua importância local”, frisou.

“A Ambev já irá adquirir 100 toneladas de mandioca para poder fabricar a cerveja em nosso Estado”, afirmou Caiado. O governador ressaltou que a primeira compra da empresa no Estado será de pequenos produtores e integrantes da agricultura familiar da região de Cavalcante e das cidades de Flores de Goiás e Posse. “Vai adquirir da região mais humilde de Goiás, com o IDH mais baixo. Vamos expandir isso e fazer com que a pessoa tenha renda e recupere sua capacidade de sobrevivência”, disse. As compras já serão realizadas na próxima semana.

O portal Empreender em Goiás é uma iniciativa privada com a missão de incentivar a abertura e o crescimento de empresas. Contamos com os melhores parceiros para gerarmos notícias, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.