Mariana: “Estamos organizando a gestão da empresa para darmos um passo mais seguro”

Com apenas quatro anos de existência, a empresa Mariana Perdomo não para de expandir. Em outubro, a confeiteira abriu uma loja no sistema de drive thru na Avenida T-4, no Setor Bueno, e firmou parceria de exclusividade com a Uber Eats para o serviço de delivery. Para dar suportes às duas operações, foram contratados 30 novos funcionários. Ao todo, hoje já são 140 colaboradores, número quatro vezes maior do que quando começou em 2016.

Os itens vendidos, tanto na confeitaria quanto no drive thru, são produzidos na fábrica que foi inaugurada há cerca de três anos, quando Mariana Perdomo abriu sua primeira confeitaria no Edifício Absolut. Para atender a demanda de maior produção com a nova unidade, a empresária ampliou a fábrica com uma construção no lote em anexo ao existente. Nas adequações, a fábrica passou a funcionar em dois turnos e fica parada apenas por três horas ao dia.

A unidade Drive Thru, que atende apenas para entrega, está funcionando diariamente, de domingo a quinta-feira das 10 horas às 22 horas e, às sextas-feiras e sábados, das 10 horas às 2 horas da madrugada.

Em 2015, após se formar em Gastronomia, Mariana Perdomo fez 200 unidades de bolo de pote e levou para a feira do Centro Cultural Oscar Niemeyer. Vendeu todos em poucas horas. Um ano depois, montou uma loja no Setor Bueno. Cresceu tanto que, em março 2018, ela inaugurou sua primeira confeitaria, de 300 metros quadrados, no Setor Bueno.

Mariana Perdomo quer ir mais longe. Ela pretende vender seus produtos para outros Estados. “Estamos organizando a gestão da empresa, para deixá-la bem firme e forte para dar um passo mais seguro. Queremos que a empresa esteja mais organizada, com os processos mais alinhados para quando formos crescer, para que seja de uma maneira mais certeira”, afirma.

Sem citar números, Mariana conta que a empresa cresceu este ano, não apenas em aumento de vendas, mas no quadro de funcionários. Habituada a se dedicar apenas à produção e gerenciamento, ela se dividiu em novas funções. “O ano foi de organização e investimentos. Criamos setores de recursos humanos, financeiro e marketing, além das mudanças na produção e na loja”, revela.


Deixe seu comentário