Paulo Roberto (Tropical) , Walter Tavares (proprietário da área), Antônio Carlos da Costa (Tropical), Mardel Paranhos e Waldir Aidar (Arquienge)

Com investimentos de R$ 600 milhões nos próximos 8 anos, a Tropical Urbanismo e o grupo Arquienge lançaram o Residencial Flores do Cerrado, um bairro planejado a ser implantado na região Noroeste de Goiânia, na divisa com Trindade e Goianira. Numa área de 484 mil metros quadrados, deverão ser construídas 3 mil unidades residenciais voltadas à classe econômica, com valores compatíveis com o programa Minha Casa Minha Vida.

De acordo com o grupo empreendedor, o tempo estimado de conclusão do bairro é de 8 anos e deve gerar aproximadamente 950 empregos diretos e indiretos durante a implantação.

O primeiro residencial tem previsão para lançamento no início do ano. Serão apartamentos em edificações de dois pavimentos. O adensamento deve aumentar nos próximos lançamentos mas, segundo o diretor da Tropical Urbanismo, Antônio Carlos, não deverá ultrapassar 300 habitantes por hectare (ou 10 mil metros quadrados). Essa pré-definição, ele explica, é importante para se conseguir assegurar o equilíbrio na ocupação urbana.

Duas extremidades do bairro serão circundadas de lotes comerciais – cujas vendas já foram iniciadas. “Ao invés de incluir um mall, optamos por implementar a área comercial para atender também à vizinhança da região”, explicou Antônio Carlos da Costa, diretor da Tropical Urbanismo, ao revelar que o projeto prevê 16 áreas de incorporação, divididos em quatro quadrantes, cada um com áreas verdes e institucionais no meio, na última área do município de Goiânia.

A Tropical Urbanismo iniciou a construção de uma avenida de 7,6 quilômetros na área do bairro planejado, que também será uma opção mais curta de deslocamento. A avenida se tornará o acesso urbano ao Centro Histórico de Trindade para quem vem da região noroeste da capital, de Goianira ou está no Trindade 2 .

Conforme Antônio Carlos, a área da Região Metropolitana que será ocupada nos próximos anos é justamente a divisa dos três municípios, onde há um vazio urbano de 5 milhões de metros quadrados. Ela está situada acima GO-060 (a Rodovia dos Romeiros), e entre as rodovias GO-070 e GO- 469.

A cada dez lotes lançados na Região Metropolitana, quase 7 estão em Goiânia, Trindade e Goianira. Juntas, elas concentram 69,1% dos lançamentos de lotes nos últimos anos, segundo a última análise sobre os lançamentos horizontais em Goiânia e Região Metropolitana, realizada pelo Secovi Goiás juntamente a Associação dos Desenvolvedores Urbanos (ADU), Sindicato da Habitação do Estado de Goiás (Secovi-GO), através do instituto de pesquisa Brain.

Goiânia responde por 21,7% dos lançamentos, Goianira ocupa a segunda posição no ranking de lançamentos da região metropolitana, com 21,1% das ofertas lançadas, e 17,1% estão em Trindade.


Deixe seu comentário