Larissa Testolin e Alexander Maia, donos da Motorino, já têm planos para expandir o negócio

Goiânia recebe a primeira loja revendedora de scooters (antigamente chamadas de motonetas) e a terceira da marca Lambretta no Brasil, que já tem unidades em Curitiba e São Paulo. É a Motorino, concessionária autorizada da importadora do mesmo nome, com sede em Curitiba (PR), única autorizada no País a importar a Lambretta. A revenda foi inaugurada na Avenida T-9.

À frente dos negócios estão os empreendedores Alexander Maia (39 anos), com experiência no mercado de veículos, e Larissa Testolin (36), apaixonados pelo modelo. Eles apostam nas scooters em estilo retrô em Goiânia, cidade com clima e topografia favoráveis, e já têm planos de expandir o negócio para o interior de Goiás e outros Estados.

Alexander disse que as scooters vão completar o mercado de veículos de Goiânia, seguindo uma proposta de mobilidade urbana com estilo e potência proporcional às necessidades do motociclista. Larissa lembra que as scooters são produtos úteis e de qualidade que justificam o investimento, pois além do design eterno, carregam a força de uma marca mundialmente conhecida, que é a Lambretta.

A Lambretta foi a primeira fábrica de veículos no Brasil, saindo na frente até mesmo da indústria automobilística. A instalação da fábrica Lambretta do Brasil S.A.- Indústrias Mecânicas, em 1955, como uma licenciada da Inocentti (dona da marca), no bairro da Lapa em São Paulo, coincidiu com a moda mundial da motoneta (em inglês, scooter), na década de 50. A produção entre 1958 e 1960, o apogeu da marca, superou a quantidade de 50 mil unidades/ano.

Depois de mais de três décadas de aposentadoria, a Lambretta voltou com tudo ao mercado desde 2010, e está fazendo sucesso ao redor do mundo. Em Goiânia, será vendido o modelo V-200 Special com 170 cilindradas, com chassi em alumínio. O modelo com  paralama móvel tem preço à vista a partir de R$ 25,5 mil, mais frete, e a versão com paralama fixo custa  a partir de R$ 26.100, mais frete.

Modelos
Quatro modelos de scooters serão oferecidos ao mercado goiano, com expectativa de vendas de 25 unidades por mês. São três da Motorino e uma da Lambretta. Todos em diversas cores e com a possibilidade de serem personalizados na própria loja, têm câmbio automático CVT, lâmpadas de led, freio a disco, partida elétrica e outras tecnologias. As scooters chegam a rodar entre 30 e 35 quilômetros com um litro de combustível.

A Cappuccino, de 150 cilindradas, completa, tem câmbio automático CVT, com freio a disco na roda dianteira, painel digital, lâmpadas de led, com preço a partir de R$ 14.500, mais frete. A Velvet – LT, de 125 cilindradas, tem lanternas de led, bancos bipartidos, porta capacete sobre o banco, gancho para bolsas ou sacolas, freio a disco na dianteira, e bicolor fazendo uma releitura da Lambretta. Preço a partir de R$ 14.900, mais frete.

O terceiro modelo da Motorino é a Velocette – 150 cilindradas – que é uma reeleitura da antiga Vespa, com freio a disco nas duas rodas, farol no paralama, porta-objeto em formato de estepe e suporte traseiro, com preço a partir de R$ 16.900, mais frete. Os quatro modelos de scooters poderão ser adquiridos à vista ou parcelados em até dez vezes, mais entrada. A Motorino Goiânia garante também assistência técnica em sua loja, na Avenida T-9, Jardim América.


Deixe seu comentário