Vicente de Paula: “Nosso objetivo é sermos uma clínica especializada de alto padrão em ortopedia”, 

Referência da medicina ortopédica em Goiás, a COT está de casa nova e investe para aprimorar seu perfil de ser um centro clínico completo. Fundada em 1979, tendo o governador Ronaldo Caiado entre seus sócios-fundadores (já fora da empresa), a Clínica de Ortopedia e Traumatologia (COT) conta hoje com 11 profissionais cobrindo todas as especialidades da área.

Na nova sede, inaugurada em julho passado, a clínica prepara a complementação de seu portfólio de exames complementares para ser uma das mais completas do gênero no Estado. “Vamos ter exames de densitometria óssea, ultrassom e eletroneuromiografia, ressonância magnética e radiografia, dentre outros”, informa Vicente de Paula Borges, médico especialista em punho e mão e um dos gestores do grupo de sócios, presente na empresa desde 1988.

“Nosso objetivo é sermos uma clínica especializada de alto padrão em ortopedia, uma orientação que começou no início dos anos 2000, quando fechamos o centro cirúrgico e deixamos de atender também como pronto socorro”, explica Vicente de Paula, rememorando os primeiros anos da empresa, vivida na antiga sede no Setor Oeste. A nova sede, que consumiu investimentos de R$ 4 milhões em recursos próprios, está na Avenida T-2, no Setor Bueno.

Do ombro ao pé
Focado em ter uma equipe multidisciplinar altamente qualificada, os 11 médicos-sócios da COT cobrem praticamente todas as especialidades da ortopedia e traumatologia. Todos os doutores são membros titulares da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) e especialistas em suas áreas de atuação, que vão do ombro ao pé, passando por coluna, punho, mão, quadril, joelho, tumores e doenças osteometabólicas, as doenças dos ossos lideradas pela osteoporose.

“Já estamos entrando em dores crônicas, um ramo da medicina que tem avançado muito em diversas especialidades e abarca também nosso cuidado na área ortopédica”, diz Vicente de Paula, ao informar que a ampliação do serviço de exames vai ocupar o primeiro dos três andares do novo edifício. No terceiro andar, numa serviço terceirizado pela COT a um grupo de cirurgiões dentistas, já funciona também atendimento de bucomaxilofacial, especialidade que trata traumatismos, deformidades e outras patologias da face.

A COT atende a cerca de 30 mil pacientes por ano, em média, entre clientes de planos de saúde e particulares. A gestão administrativa conta, além de Vicente de Paula, com os doutores Paulo Silva e Luiz Fernando Veloso, este último respondendo também como diretor técnico. São 15 funcionários diretos, um quadro de colaboradores que deve crescer com a implantação dos novos exames até meados deste ano, informa Vicente de Paula.


Deixe seu comentário

1 comment

  1. Valdirene batista genezia de freitas Responder

    Qual email pra mandar currículo?