Mesmo na crise, cresce número de goianos na Bolsa

finanças