Desemprego cai para a menor taxa desde 2015

Desemprego cai para a menor taxa desde 2015

30 de junho de 2022

A taxa de desemprego caiu para 9,8% entre março e maio deste ano, segundo divulgou nesta quinta-feira (30/6) o IBGE. É uma redução de 1,4 ponto porcentual em relação ao trimestre de dezembro de 2021 a fevereiro deste ano e de 4,9 pontos em relação ao mesmo período do ano passado, quando chegou a 14,7%. É também a menor taxa de desemprego desde maio de 2015. Portanto, há sete anos.

A população desocupada (10,6 milhões de pessoas) recuou 11,5% frente ao trimestre anterior e 30,2% na comparação anual.

Já o contingente de pessoas empregadas entre março e maio deste ano no Brasil foi recorde: 97,5 milhões, com alta de 2,4% ante o trimestre anterior e de 10% ante o mesmo período de 2021.

A taxa composta de subutilização (21,8%) caiu 1,7 ponto percentual em relação ao trimestre de dezembro de 2021 a fevereiro de 2022 e 7,4 pontos ante o trimestre encerrado em abril de 2021. É a menor taxa para o trimestre desde 2016.

Por setores

O número de empregados com carteira de trabalho assinada no setor privado (exceto trabalhadores domésticos) foi de 35,6 milhões entre março e maio deste ano, 12,1% a mais comparado com igual período de 2021.

Mas o número de empregados sem carteira assinada no setor privado (12,8 milhões) foi recorde também: cresceu 23,6% em um ano. Já o número de trabalhadores domésticos (5,8 milhões de pessoas) cresceu 20% no ano.

No setor público, o número de empregados (11,6 milhões de pessoas) não teve crescimento na comparação anual.

E número de empregadores (4,2 milhões de pessoas) aumentou16,2% na comparação anual.

Saiba mais: Goiás cria mais de 110 mil novos empregos em 12 meses

O portal Empreender em Goiás é uma iniciativa privada com a missão de incentivar a abertura e o crescimento de empresas. Contamos com os melhores parceiros para gerarmos notícias, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.