Metade dos goianienses inadimplentes deve até R$ 1 mil

Metade dos goianienses inadimplentes deve até R$ 1 mil

13 de junho de 2022

Dos consumidores inadimplentes em Goiânia no mês de maio deste ano, 49,8% devem até R$ 1 mil. Já os que têm dívidas de até R$ 500 correspondem a 34,8% do total. Os dados são do levantamento realizado mensalmente pelo SPC Brasil, divulgados nesta segunda-feira (13/6) pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Goiânia.

O número de inadimplentes na capital goiana cresceu 1,68% em maio passado em relação ao mesmo mês do ano passado, pouco acima da média da Região Centro-Oeste (1,50%), mas bem abaixo da média nacional (5,81%).

Em maio, cada consumidor negativado em Goiânia devia, em média, R$ 3.976,46 na soma de todas as dívidas. O tempo médio de atraso dos devedores negativados de Goiânia é de 27,3 meses, sendo que 33,2% estão inadimplentes entre 1 e 3 anos.

O gerente de Negócios e Relacionamento da CDL Goiânia, Wanderson Lima, diz que o aumento da inadimplência já era esperado, devido à redução do poder de compra das famílias, provocada pela inflação.

Ele acredita que o mês de junho pode ter um resultado ainda de elevação no número de devedores, mas pondera que o Dia das Mães – segunda melhor data para o comércio – pode evitar essa piora. “Também pode haver maior inadimplência, em função dessa situação de endividamento das famílias”, analisou ao EMPREENDER EM GOIÁS.

Outro fator que leva à expectativa de redução da inadimplência no segundo semestre é o aumento de empregos neste ano, segundo já mostrou o Caged.

O portal Empreender em Goiás é uma iniciativa privada com a missão de incentivar a abertura e o crescimento de empresas. Contamos com os melhores parceiros para gerarmos notícias, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.