Veja os setores com o m² mais caro de Goiânia

Veja os setores com o m² mais caro de Goiânia

12 de março de 2022

O Setor Marista tem o metro quadrado mais caro de Goiânia, chegando a R$ 7.580 em fevereiro, de acordo com a pesquisa do Índice FipeZap, que acompanha o comportamento dos preços de venda de imóveis residenciais em 50 cidades brasileiras. Em segundo lugar, aparece o Jardim Goiás, R$ 6.739, seguido do Setor Bueno, R$ 6.507.

O preço médio do metro quadrado na capital goiana ficou em R$ 5.333, registrando aumento de 2,25% em relação a janeiro deste ano, que foi de R$ 5.216. O aumento ficou bem acima da alta média de 0,49% das 50 cidades brasileiras, que teve preço médio de R$ 7.941, com base na amostra de anúncios de imóveis residenciais para venda em fevereiro de 2022.

Entre as 16 capitais acompanhadas pelo índice, São Paulo apresentou o preço médio mais elevado no último mês (R$ 9.787/m²), seguida pelo Rio de Janeiro (R$ 9.682/m²), Vitória (R$ 8.843/m²), Florianópolis (R$ 8.794/m²) e Brasília (R$ 8.723/m²). Por outro lado, entre as capitais monitoradas com menor preço médio de venda residencial, mencionam-se: Campo Grande (R$ 4.749/m²), João Pessoa (R$ 5.015/m²), Goiânia (R$ 5.333/m²) e Salvador (R$ 5.404/m²).

Valor médio do m² por setor (R$)

  • Marista: R$ 7.580
  • Jardim Goiás: R$ 6.739
  • Bueno: R$ 6.507
  • Oeste: R$ 5.879
  • Pedro Ludovico, Bela Vista e Jardim das Esmeraldas: R$ 5.106
  • Sul: R$ 4.873
  • Jardim América: R$ 4.835
  • Sudoeste: R$ 4.277
  • Nova Suíça: R$ 4.142
  • Centro: R$ 3.064
  • Fonte: Índice FipeZap

O portal Empreender em Goiás é uma iniciativa privada com a missão de incentivar a abertura e o crescimento de empresas. Contamos com os melhores parceiros para gerarmos notícias, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.