Pesquisa aponta que 41% passaram a comprar das PMEs

Pesquisa aponta que 41% passaram a comprar das PMEs

22 de dezembro de 2021

As pequenas empresas foram beneficiadas em 2021 pela combinação de tecnologias e estratégias antes restritas às grandes empresas no e-commerce. Dados de uma pesquisa realizada pela Locaweb em parceria com a Opinion Box, apontam que 41% dos entrevistados passaram a comprar das PMEs em 2021.Foram realizadas mais de 2 mil entrevistas para entender o perfil destes consumidores digitais.

Segundo o relatório da pesquisa, o fechamento do varejo físico durante a pandemia obrigou as PMEs a se digitalizarem para manter suas vendas. Ao mesmo tempo em que o e-commerce ganhou mais espaço entre a população no período.

De acordo com a pesquisa, 32% dos entrevistados dizem comprar igualmente de PMEs e de grandes empresas. Pensando no consumo exclusivo, as pequenas e médias empresas foram as mais beneficiadas, com 41% afirmando que passaram a comprar nelas em 2021, ante 30% que passaram a comprar nas grandes empresas

Para os responsáveis pela pesquisa, os dados mostram que as PMEs também conseguiram se aproveitar da onda de digitalização. Outro elemento positivo para elas foi o crescimento dos chamados marketplaces, sites que reúnem produtos de diversas empresas. As compras nessas empresas são feitas via marketplace por 63% dos entrevistados.

Já sobre os motivos para comprar em pequenas e médias empresas, 54% apontaram o frete grátis, 53% os preços mais baixos ou promoções e 44% uma qualidade maior dos entrevistados

“Por mais que o dia a dia e os números das empresas de portes diferentes seja muito distinto, a jornada do consumidor tem muitas semelhanças nas grandes empresas e nas PMEs. Frete grátis, preço baixo e produtos de qualidade formam a tríade determinante para que o consumidor compre em uma loja, seja ela pequena, média ou grande”, afirma Luis Carlos dos Anjos, gerente executivo de marketing e canais da Locaweb.

Dentre os 2 mil entrevistados, 66% afirmaram que compram na internet porque os preços são melhores do que no varejo físico. A Locaweb afirma que, no primeiro semestre de 2021, as vendas do e-commerce atingiram R$ 53,4 bilhões, um recorde.

A existência de mais promoções, a conveniência de não precisar sair de casa para realizar a compra, a possibilidade de comparar preços e o acesso a produtos de outras localidades também foram apontadas como vantagens do e-commerce.

O portal Empreender em Goiás é uma iniciativa privada com a missão de incentivar a abertura e o crescimento de empresas. Contamos com os melhores parceiros para gerarmos notícias, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.