IEL Goiás premia estagiários, empresas e instituições de ensino

IEL Goiás premia estagiários, empresas e instituições de ensino

25 de novembro de 2021

Estagiária Joyce Merhi, ladeada pelo coordenador do Curso de Jornalismo da PUC Goiás, Antônio Carlos Cunha, José Divino Arruda, presidente do SINVEST

Dois estudantes de engenharia e uma de jornalismo foram os vencedores da categoria Projetos Inovadores, do Prêmio IEL de Estágio. A cerimônia de premiação da 17ª edição do evento, realizada na noite desta quarta-feira (24), na Casa da Indústria, no Setor Vila Nova, com transmissão pelo canal do IE no Youtube, marcou as comemorações dos 50 anos da área de estágio do IEL Goiás.

“Essa vitória no Prêmio IEL de Estágio significa superação e a realização de um sonho, que começou em 2019, quando eu ainda era estudante no SESI Campinas”, comemorou Olivar Neemias Tamele, que estagia no SESI Campinas. Olivar integrou a equipe vencedora da categoria Projetos Inovadores: Pequena Empresa, ao lado de sua supervisora, Nelcina Araújo, e do SESI Campinas.

Olivar, de 19 anos, é de família moçambicana e vem de um período de superação após a morte de sua mãe, em 2013, e do pai, em 2019. A dedicação ao projeto foi um grande incentivador do estudante de Engenharia de Software na Universidade Alves Faria (UniAlfa).  Seu projeto se chama Núcleo de E-Sports SESI (NES), que une estudo com jogos eletrônicos, trabalhando conceitos vistos em sala de aula mesclando com games, incentivando os cerca de 40 alunos do projeto a se dedicarem aos estudos. 

Estagiário Olivar Tamele (D) com a supervisora de estágio do SESI Campinas, Nelcina Araújo, e o diretor regional do Senai e superintendente do Sesi, Paulo Vargas

Para Carlos Roberto Ferreira Junior, estudante de Engenharia Elétrica na Universidade Alves Faria (UniAlfa), o fato de ser finalista do Prêmio IEL já era algo incrível, por conta dos da qualidade dos vários projetos que estavam na disputa. “Conquistar o prêmio é inimaginável, uma grade vitória”, exaltou o estagiário da Refrescos Bandeirantes, que teve como supervisor Wellington José Velasco. “Quero agradecer a minha faculdade por ter me dado as ferramentas do conhecimento e ao meu local de trabalho pela oportunidade de aplicar essas ferramentas”, completou Carlos Roberto, que elaborou o projeto Ergobloc, reduzindo consumo de energia, CO2 e ar-comprimido na empresa, propiciando aumento na produção de bebidas gaseificadas. 

Carlos Roberto Ferreira Júnior, ladeado pelo supervisor Wellington José Velasco e pelo diretor da Fieg, Emílio Bittar

Para a estudante de jornalismo da PUC Goiás Joyce Nunes Vilela Merhi, o prêmio é um reconhecimento no seu processo de ensino/aprendizagem. “A premiação só demonstra a importância do estágio na minha jornada acadêmica que resulta em experiência, networking, currículo e aprendizado na minha vida pessoal e profissional. Não tenho dúvidas de que todo esforço, empenho e dedicação valeram a pena nesses quatro anos de formação em jornalismo”, avaliou Joyce. “O IEL, assim como a PUC Goiás e a TV Serra Dourada me proporcionaram a inserção no mercado de trabalho e colaboraram com meu crescimento na comunicação”, completou a estagiária, que atualmente atua no Jornal O Popular, mas desenvolveu, na TV Serra Dourada, o quadro Cuide-se, levando informação de saúde e bem-estar aos telespectadores. 

Premiação

Na etapa estadual, em 2021, os estagiários que conquistaram o 1º lugar em suas categorias, receberam premiação de R$ 2 mil, além de troféu e certificado. O supervisor do projeto recebeu um voucher com licença para um curso de gestão EAD do IEL, troféu e certificado de finalista. A empresa ganhou um voucher com licença para MBA da Pós-Flex, a pós-graduação do IEL, troféu e certificado de finalista. O projeto que obteve maior nota de avaliação, será indicado para a etapa nacional do Prêmio, que será realizada em 2022.  Estagiários, empresas e instituições de ensino de Goiás e do Distrito Federal inscreveram suas boas práticas de estágio nesta edição do Prêmio IEL.  O IEL já colocou cerca de 380 mil estagiários em campo nos seus 50 anos de existência em Goiás. Mais de 3,5 mil empresas possuem estagiários encaminhados pelo IEL Goiás, oriundos de cerca de 800 instituições de ensino.

“Que os estagiários valorizem a oportunidade que as empresas estão dando a eles, sobretudo neste que é um momento difícil do País, em que os investimentos precisam ser assertivos. E que as empresas continuem valorizando o talento destes jovens que contribuem para nossa economia, para a preservação do meio-ambiente e para a sociedade como um todo”, declarou Sandro Mabel, presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg). 

“Parabenizo pelo empenho, pelo investimento e pelo grande trabalho desenvolvido pelas empresas, indústrias e instituições de ensino, que compreendem a importância do estágio e se fazem cada dia maiores investindo em talentos, elevando a qualidade de seus produtos e serviços, assim valorizando todos nós consumidores”, disse o superintendente do IEL Goiás, Humberto Oliveira. 

(Fotos: Alex Malheiros)

O portal Empreender em Goiás é uma iniciativa privada com a missão de incentivar a abertura e o crescimento de empresas. Contamos com os melhores parceiros para gerarmos notícias, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.