Produção de pequi cresce 10% em Goiás

Produção de pequi cresce 10% em Goiás

6 de outubro de 2021

A produção de pequi em Goiás cresceu 10,4% no ano passado na comparação com 2019, de acordo com a pesquisa Produção da Extração Vegetal e da Silvicultura (PEVS), divulgada nesta quarta-feira (6) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A extração de pequi foi de 2.582 toneladas em 2020 ante 2.338 toneladas no ano anterior.

Com o resultado, o Estado se mantém como o 3º maior produtor nacional, atrás de Minas Gerais (32.928 toneladas) e Tocantins (25.229 toneladas). O valor da produção do pequi teve um crescimento de 14,3% em 2020 na comparação com 2019, saltando de R$ 3,3 milhões para R$ 3,8 milhões, representando 19,9% do valor total da extração no estado.

Dos dez municípios goianos com a maior extração de pequi em 2020, apenas três apresentaram queda em comparação com 2019. Damianópolis, que passou da terceira para a primeira colocação em 2020, foi o maior produtor com 497 toneladas, um aumento de 317 toneladas em relação ao ano anterior (180 toneladas). Já o município de Santa Terezinha de Goiás registrou queda de 30 toneladas na extração do pequi em 2020, perdendo assim sua colocação para Damianópolis.

Em 2020, o pequi representou 97,1% (2.582 toneladas) de toda a extração de produtos alimentícios em Goiás (2.658 toneladas). Além dela, houve extração de 6 toneladas de Palmito, 3 toneladas do fruto mangaba e 67 toneladas de outros produtos alimentícios que não são levantados separadamente.

Disputa
Além da produção, Goiás, Minas Gerais e Tocantins lutam para associar o território de cada um ao valor cultural e socioeconômico do fruto que simboliza a diversidade do cerrado, gerando emprego e renda para milhares de pessoas em áreas pobres e castigadas pela aridez no país. Três propostas de reconhecimento do mérito do pequi foram apresentadas no Congresso Nacional. A primeira delas, de autoria do deputado Marcelo Freitas (PSL-MG), visa à transformação de Montes Claros, no Norte de Minas, em capital nacional do pequi. Outro projeto, do senador Eduardo Gomes (MDB-TO), requer para o fruto o título de patrimônio cultural imaterial do Brasil.

O portal Empreender em Goiás é uma iniciativa privada com a missão de incentivar a abertura e o crescimento de empresas. Contamos com os melhores parceiros para gerarmos notícias, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.