Governo envia projeto de lei que cria o ProGoiás Rural

Governo envia projeto de lei que cria o ProGoiás Rural

16 de julho de 2021

Programa prevê crédito outorgado de até 6% do ICMS nas operações interestaduais do feijão, milho e peixes

O governo de Ronaldo Caiado (DEM) enviou nesta semana para a Assembleia Legislativa, que realizará sessões extras até a próxima terça-feira, para criar o programa de incentivos fiscais voltado para o agronegócio: o ProGoiás Rural. O objetivo, segundo a justificativa do governo, é incentivar o desenvolvimento econômico das atividades agropecuárias e a geração de empregos e renda no Estado.


Aprovado o projeto, será concedido crédito outorgado de até 6% do ICMS aplicado sobre o valor da base de cálculo correspondente à operação interestadual com os produtos agropecuários. São eles: feijão, milho e peixe. A utilização é condicionada à contribuição para o Fundo PROTEGEGOIÁS no porcentual de até 15%, aplicado sobre o valor do benefício efetivamente usufruído, além de estar adimplente com o ICMS e não estar inscrito em dívida ativa estadual. O benefício fiscal não poderá ser utilizado em operações com mercadorias adquiridas para revenda e cumulativamente com outro benefício fiscal.


A Secretaria da Economia argumenta que os benefícios fiscais voltados ao agronegócio goiano foram concedidos por meio de leis específicas e não de programas de desenvolvimento rural e que o prazo de fruição estava limitado até dezembro de 2020. Contudo, o Distrito Federal, Mato Grosso, Minas Gerais, Bahia e Mato Grosso do Sul mantiveram benefícios fiscais similares aos revogados em Goiás, deixando o agronegócio goiano em desvantagem.

Para reverter a situação, o projeto prevê a adesão ao programa de incentivos de Mato Grosso, mas restrito somente à operação interestadual. A Secretaria da Economia afirma que a renúncia de receita decorrente dos benefícios não afetará as metas de resultados fiscais do Estado.

Objetivos do ProGoiás Rural

  • Proporcionar condições à consolidação da agricultura familiar;
  • Expandir o setor do agronegócio
  • Aumentar a competitividade dos contribuintes
  • Impulsionar ou desenvolver a inovação e a renovação tecnológicas
  • Incentivar a geração de emprego;
  • Elevar o índice de Desenvolvimento Humano da população rural
  • Reduzir as desigualdades sociais e regionais;
  • Estimular a formação ou o aprimoramento de arranjos produtivos locais
  • Estimular as cadeias produtivas para a geração de trabalho

O portal Empreender em Goiás é uma iniciativa privada com a missão de incentivar a abertura e o crescimento de empresas. Contamos com os melhores parceiros para gerarmos notícias, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.