Governo admite que inflação vai estourar a meta de 2021

Governo admite que inflação vai estourar a meta de 2021

15 de julho de 2021

Pela primeira vez, o Ministério da Economia prevê estouro da meta de 3,75% para a inflação neste ano. A expectativa atual é que chegue a 5,9% em 2021. Porém, destacou que a inflação está “ancorada” e deve diminuir em 2022, fechando o próximo ano em 3,5%, no centro da meta. O Ministério também aumentou sua previsão de alta no PIB para 5,3%.


Pressionada pela energia elétrica e gás, a inflação dos brasileiros mais pobres encerrou o mês de junho quase duas vezes maior que a dos mais ricos. Para o ministro Paulo Guedes, as cobranças adicionais nas contas de luz neste ano antecipam e evitam uma crise em 2022 (ano de eleição), classificado por ele como “um ano crítico”.

A pressão de Guedes para o congelamento do preço de aço pesou no Ibovespa apesar do cenário externo mais otimista. O índice ficou em +0,19%, aos 128.406,51 pontos, após o ministro dizer que fez um acordo informal com siderúrgicas para preços não subirem mais até o fim do ano. No entanto, caso não cumpram, ameaçou, reduzir os impostos de importação da commodity para aumentar a concorrência.


Enquanto isso, o dólar teve forte queda para R$ 5,08 depois do presidente do banco central americano dizer no Congresso que seria um erro mudar a política monetária de forma prematura.

O portal Empreender em Goiás é uma iniciativa privada com a missão de incentivar a abertura e o crescimento de empresas. Contamos com os melhores parceiros para gerarmos notícias, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.