Itapemirim sai do chão para ganhar o céu

Itapemirim sai do chão para ganhar o céu

17 de maio de 2021

“ITA vem para ser um diferencial na aviação do País”, promete Piva

Conhecida nacionalmente como empresa de transporte interestadual de ônibus, a Itapemirim inicia nesta semana a sua estreia no mercado de transporte aéreo de passageiros. Detalhe: a empresa mineira ainda está em recuperação judicial. No início das operações, a Itapemirim Transportes Aéros (ITA) estará em oito cidades: Belo Horizonte-Confins (MG), Brasília (DF), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Porto Seguro (BA), Rio de Janeiro-Galeão (RJ), Salvador (BA) e São Paulo-Guarulhos (SP). O voo inaugural está programado para 29 de junho, quando a nova companhia espera ter os 10 primeiros jatos Airbus A320ceo prontos para a operação.


Presidente do Grupo Itapemirim, Sidnei Piva conta que o planejamento para a criação da ITA começou em 2019, quando ele participou de uma rodada de negócios nos Emirados Árabes. Até final de 2024 ou no máximo no início de 2025, o grupo planeja uma oferta pública de ações (IPO) na bolsa de valores brasileira (B3). Apesar de não ter revelado qual será a rota inaugural da ITA, Senna antecipou que a companhia inicialmente circulará por seis destinos – Florianópolis (SC), Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), São José dos Pinhais (PR) e Vitória (ES) -, além de Belo Horizonte (MG), Brasília (DF) e Guarulhos (SP), onde funcionarão seus centros de operação. Outros oito destinos devem ser acrescentados neste ano. A previsão para iniciar uma rota a partir de Goiânia é para o próximo ano.

Fundada em 2020, a empresa aérea, que em abril obteve autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para realizar voos comerciais no país, já recebeu duas das cerca de dez unidades que espera ter até sua data de estreia – modelos Airbus A320 com configuração para 162 assentos, permitindo mais espaço para cada passageiro. O CEO da ITA afirmou, a propósito, que seus diferenciais serão o atendimento e o serviço de bordo – que não deve ser implementado imediatamente em respeito aos protocolos sanitários definidos pela Anac e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) -, além de um plano de integração com os serviços de transporte rodoviário do Grupo Itapemirim.

Quanto à integração entre os serviços aéreos e os rodoviários, o presidente do Grupo Itapemirim ressaltou que a Viação atende 2.700 cidades pelo País. Para permitir que os passageiros possam compor viagens de ônibus e avião para chegar ao destino, Piva informou que toda a equipe de TI da empresa está debruçada em compor essa grade de ofertas para cobrir a maior parte da rede atendida por ônibus. Essa integração, ele garante, será um dos diferenciais da Itapemirim. Piva deu como exemplo dessa junção ônibus/avião uma viagem de São Paulo a Belém. Por ônibus, ao custo de R$ 700 aproximadamente, essa viagem é feita em 48 horas. Na interligação entre os dois modais o custo sobe para R$ 800 a R$ 900 reais, e a viagem poderá ser concluída de seis a oito horas, calcula Piva.

O portal Empreender em Goiás é uma iniciativa privada com a missão de incentivar a abertura e o crescimento de empresas. Contamos com os melhores parceiros para gerarmos notícias, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.