Empresários discutem com Codego investimentos no Daia

Empresários discutem com Codego investimentos no Daia

14 de maio de 2021

Presidente da Assedaia, Everaldo Fiatkoski recebe o presidente da Codego, Renato de Castro

Em reunião com o presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego), Renato de Castro, empresários do Distrito Agroindustrial de Anápolis (Daia) apresentaram demandas para promover melhorias estruturais no Distrito, como a ampliação dos reservatórios de água, reforma na ciclovia e novos retornos, além da construção de um novo acesso ao Distrito pela BR-153. O encontro foi promovido pela Associação das Empresas do Daia (Assedaia).

Um dos principais problemas apontados pelos empresários é a necessidade de reforma e ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) e da Estação de Tratamento de Água (ETA), cujas deficiências atuais representam um entrave para as indústrias instaladas no Distrito e suprir a demanda com a chegada de novas empresas.

Sobre esse gargalo, o presidente da Codego afirmou que a ETE está em fase final de licitação e que está discutindo com a Prefeitura de Anápolis intervenções para ampliar a oferta de água, para garantir que o abastecimento não seja interrompido no período de estiagem. Dentre as ações previstas para solucionar o problema estão a construção de uma represa e a recuperação de outra, além da limpeza e desassoreamento das represas já existentes. Renato de Castro lembrou que são problemas estruturais que se arrastam há anos e que a atual gestão tem como meta solucionar.

Sobre o acesso e mobilidade dentro do Distrito, o diretor-administrativo do Daia, Marlon Caiado, disse que o projeto para criação de uma nova entrada para caminhões, via BR-153, já está pronto. Marlon Caiado também contou que o Governo já cedeu terreno para construção da creche, antiga demanda dos trabalhadores locais, e afirmou que a reforma da ciclovia começa nos próximos dias. Outra mudança importante no Daia é a instalação de um Posto Policial para garantir maior segurança aos trabalhadores.

O Presidente da Assedaia, Everaldo Fiatkoski pediu também, juntamente com a reforma da ciclovia, melhorias nas calçadas de acesso aos pontos de ônibus. Lembrou também que há demanda de mais empresas para se instalarem no Daia, e que o novo regulamento favorece o melhor aproveitamento das áreas. Sobre isso, Renato de Castro informou que já foram efetuadas mudanças no regulamento para agilizar a cessão de terrenos, mas que antes é preciso resolver problemas estruturais, como a falta de água, para poder ampliar o número de empresas instaladas.

Além dos empresários já instalados no Daia, estiveram presentes representantes de outras empresas que estão aguardando o desenrolar dos trâmites junto à Codego para instalar. Atualmente o Distrito conta com 150 empresas em atividade. Everaldo Fiatkoski avaliou o encontro como muito positivo para que fossem elencadas as prioridades dos empresários e trabalhadores do local e sugeriu que os encontros com a direção da Codego se repetissem mensalmente.

O portal Empreender em Goiás é uma iniciativa privada com a missão de incentivar a abertura e o crescimento de empresas. Contamos com os melhores parceiros para gerarmos notícias, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.