Vendas do Grupo Saga caem, mas o lucro aumenta

Vendas do Grupo Saga caem, mas o lucro aumenta

29 de abril de 2021

Grupo goiano tem faturamento anual acima de R$ 5 bilhões

Não houve como evitar: com a pandemia e os longos períodos de restrição para as atividades econômicas no ano passado, a receita líquida (consolidada) do Grupo Saga sofreu queda de 8,5% em 2020, para R$ 5,288 bilhões. Isto, depois de vir nos últimos anos numa trajetória de forte crescimento até 2019, quando o grupo goiano chegou perto de um faturamento bruto de R$ 6 bilhões (mais precisamente, R$ 5,789 bilhões). O principal impacto negativo da pandemia foi na venda de veículos novos, em que a Saga é mais conhecida, embora atua em diversos ramos de atividades (shopping center, construção civil, etc).


Apesar da queda no faturamento bruto, o lucro do grupo goiano cresceu 45,6% em 2020, alcançando R$ 131,9 milhões, principalmente com a redução de despesas administrativas e financeiras, segundo informações no balanço da empresa. O custo de vendas e serviços caiu 9,7% no ano passado, para R$ 4,6 bilhões. As despesas administraram caíram 6,3%, para R$ 370,8 milhões. E as despesas financeiras foram reduzidas em 40,5%, para R$ 51 milhões.


O Grupo Saga comercializa mais 20 marcas de automóveis e motos em dezenas de concessionárias em Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso, Rondônia, Maranhão e Minas Gerais. É um dos maiores distribuidores de veículos do País. Mas a empresa também tem negócios em outras áreas e uma delas, a do varejo de shopping centers, por meio da MB Engenharia (hoje Saga Malls), que construiu o Goiânia Shopping, o Araguaia Shopping, o Pantanal Shopping (Cuiabá), o Shopping Sul (Valparaíso de Goiás) e a Estação Goiânia. A Saga Malls já construiu os Shoppings Aparecida, DF Plaza (Águas Claras) e Várzea Grande (Mato Grosso).

A Saga foi fundada em 1972 por empresários goianos que investiram na abertura da primeira concessionária Volkswagen em Goiânia. Em 1974, um dos sócios, Hélio Campos, entrou em contato com Antônio Maia, que era natural de Patos de Minas (MG) mas administrava a fazenda da família em Goiás, oferecendo-lhe sociedade. Seu Toninho mudou para Goiânia e assumiu o controle acionário do Grupo Saga em 1975, passando a investir numa forte estratégia de expansão dos negócios, que também passou por diversificação. O grupo é administrado pela segunda geração da família.

O portal Empreender em Goiás é uma iniciativa privada com a missão de incentivar a abertura e o crescimento de empresas. Contamos com os melhores parceiros para gerarmos notícias, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.