Área agrícola de Goiás avança 41% em 18 anos

Área agrícola de Goiás avança 41% em 18 anos

17 de março de 2021

A área agrícola em Goiás cresceu 41,8% entre 2000 e 2018, enquanto a área de pastagem com manejo subiu 14%. Assim, o Estado se consolida com a quinta maior área agrícola (66.531 km²) do País e com a terceira maior área de pastagem com manejo (152.339 km²). Os dados foram divulgados hoje (17/03) pelo IBGE com o estudo Monitoramento da Cobertura e Uso da Terra do Brasil, cujo objetivo é contabilizar a cobertura e uso da terra do território brasileiro a cada dois anos, permitindo a comparação entre os anos analisados e a geração da contabilidade das mudanças nas formas de ocupação do País.

Os incrementos, ocorridos entre 2000 e 2018, da ordem de 19.619 km² na área agrícola em Goiás foram devidos, principalmente, às diminuições nas áreas de pasto com manejo (9.235 km²) e nas áreas de vegetação campestre (6.459 km²). Da mesma forma, o crescimento de 18.741 km² nas áreas de pasto com manejo foi devido às perdas de 14.529 km² na área da vegetação campestre no Estado.

A área destina à silvicultura em Goiás também apresentou aumento expressivo entre 2000 e 2018. O estoque apresentado em 2018 foi 1.315 km², aumento de 149,1% em relação a 2000 (528 km²). Destaque para a pastagem com manejo e a área agrícola, que juntas dominam 64,4% da área total do estado. A vegetação campestre vem logo em terceiro com 26,4%.

Perda da vegetação
Entre 2000 e 2018, as áreas de vegetação florestal e de vegetação campestre tiveram redução, respectivamente, de 29,0% (8.785 km²) e de 19,4% (21.571 km²) em Goiás. Assim, o estado foi o que mais perdeu proporcionalmente em vegetação florestal no País nos últimos 18 anos. Em termos de perda de vegetação campestre, ficou em segundo, atrás de Sergipe, que perdeu 38,4% de sua área de vegetação campestre do período entre 2000 e 2018.

Ao longo dos 18 anos de alterações ocorridas no uso da terra em Goiás, foi possível observar que a redução de 8.758 km² na vegetação florestal. Ocorreu, principalmente, devido à perda dessas áreas para as áreas de pastagem com manejo (7.544 km²) e de área agrícola (989 km²). A mesma situação foi observada em relação às perdas de áreas da vegetação campestre, que foram substituídas, em maior grau, por áreas de pastagem com manejo e por áreas agrícolas ao longo dos últimos 18 anos anos.

O portal Empreender em Goiás é uma iniciativa privada com a missão de incentivar a abertura e o crescimento de empresas. Contamos com os melhores parceiros para gerarmos notícias, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.