Caramuru contrata bancos para venda de ações na Bolsa

Caramuru contrata bancos para venda de ações na Bolsa

5 de março de 2021

O Grupo Caramuru, dono da marca Sinhá, iniciou preparativos para fazer oferta pública inicial de ações. A companhia goiana contratou os bancos Bradesco BBI, Itaú BBA, XP e UBS-BB para coordenar o IPO, de acordo com informação do Pipeline, novo site de negócios do Valor, ao lembrar que a empresa começou a se aproximar de investidores no final do ano passado, quando fez uma emissão de Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRAs).

Procurada pelo EMPREENDER EM GOIÁS, a assessoria de imprensa da Caramuru enviou a seguinte resposta: “A companhia sempre avalia as condições de mercado e não tem nada comentar sobre a matéria”. Confirmada e concretizada a operação, a Caramuru será a sexta empresa goiana a fazer IPO, depois da Jalles Machado, Boa Safra Sementes (Formosa), LG lugar de gente (antiga LG Informática), Laboratório Teuto e São Salvador Alimentos (Super Frango).

O faturamento bruto do Grupo Caramuru se manteve estável em 2019, em R$ 4,1 bilhões, segundo balanço divulgado pela empresa em março do ano passado. Mas o lucro líquido teve aumento de 133%, de R$ 102,7 milhões (2018) para R$ 240 milhões (2019). Embora havia expectativa de maior aumento das vendas.


A Caramuru começou na década de 60 com um moinho de fubá e uma máquina de arroz em Maringá (PR), comprado anos depois pela família Borges de Souza, e se tornou um dos maiores grupos no processamento de soja, milho, girassol e canola do País, com a fabricação de óleos especiais, dentre outros produtos de maior valor, com atuação no Brasil e nos mercados sul-americano, europeu e asiático.


Está presente com fábricas e operações em Goiás (Itumbiara, Ipameri e São Simão), Paraná (Apucarana), Mato Grosso (Sorriso), São Paulo ( Porto de Santos), Espírito Santo (Porto de Tubarão), Porto de Itaituba (Pará) e Porto de Santana (Amapá) nos segmentos animal, industrial, produtos de consumo, commodities, biodiesel e logística. Por meio de diversas linhas de produtos naturais atende consumidores de praticamente todos os Estados brasileiros e fornece matéria prima para fabricantes de massas, biscoitos, snacks e de outros segmentos como cervejarias, mineradoras e a indústria de ração.


O grupo também atua na logística de movimentação de produtos e grãos, com investimentos nos Portos de Santos, Tubarão, Itaituba e Santa, bem como na Hidrovia Tietê-Paraná e, em parceria com a Rumo, começou nesta quinta-feira (8/03) a operar primeiro trecho da Ferrovia Norte-Sul em Goiás, a partir de São Simão, até Estrela D’Oeste (SP), por onde os trens vão descer pela malha paulista em direção ao Porto de Santos.


Nas operações para o mercado externo, destaque para é a exportação de proteína concentrada de soja, subproduto de alto valor proteico que substitui a farinha de peixe na alimentação animal. As cerca de 600 toneladas/dia produzidas na fábrica de Sorriso (MT) vão para alimentar criadouros de salmão na Noruega, Dinamarca, Chile e países asiáticos.

O portal Empreender em Goiás é uma iniciativa privada com a missão de incentivar a abertura e o crescimento de empresas. Contamos com os melhores parceiros para gerarmos notícias, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.

One thought on “Caramuru contrata bancos para venda de ações na Bolsa”

  1. Avatar Luiz vilar disse:

    Parabéns grupo caramuru através de sua equipe e seu presidente senhor alberto