Vendas de veículos novos caíram 3,23% em Goiás em 2020

Vendas de veículos novos caíram 3,23% em Goiás em 2020

5 de janeiro de 2021

Mesmo com recorde em dezembro, as vendas de carros novos fecharam o ano em queda em Goiás

As vendas de veículos novos registraram queda de 3,23% no ano passado em Goiás, quando comparadas ao desempenho do setor em 2019. Foram emplacados 127.009 veículos ante 131.253 em 2019, considerando automóveis, comerciais leves, motos, caminhões, ônibus e implementos rodoviários. Nem mesmo a comercialização recorde de automóveis, comerciais leves e motos em dezembro foi suficiente para ultrapassar os números de 2019. Contudo, o setor considera o resultado satisfatório diante das restrições impostas pela pandemia do coronavírus no ano passado.

No mês passado, a exemplo de Goiás, as vendas no país foram as melhores do ano, com 244 mil unidades emplacadas, uma alta de 8,4% frente a novembro, recorde de 2020 até então. Na comparação com dezembro de 2019, o mercado mostrou, porém, queda de 7,1%. Com a reabertura das concessionárias após a flexibilização das quarentenas, a comercialização de veículos engatou uma arrancada em junho, subindo mês a mês até chegar ao recorde de dezembro.

A retomada vem sendo, contudo, contida por uma produção limitada por insuficiência de peças, repasses de reajustes das matérias-primas e protocolos de prevenção que fazem as fábricas trabalharem com menos operários simultaneamente.

Ao comentar o desempenho do setor no ano passado, o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, destacou o efeito positivo vindo, a partir do segundo semestre, do auxílio emergencial, da baixa taxa de juros, e da melhora da oferta de crédito em razão da inadimplência em situação controlada nas carteiras dos bancos. “O mercado só não foi melhor em função da crise enfrentada pelas montadoras, que tiveram problemas com falta de peças e componentes, além das regras para manter o distanciamento social nas unidades fabris”, comentou, em nota, o executivo.

Chevrolet Onix foi o carro novo mais vendido no Brasil pelo sexto ano consecutivo

Onix na liderança

Por categoria, as vendas de carros de passeio e utilitários leves somaram 1,95 milhão de unidades, com queda de 26,6%. De acordo com a Fenabrave, a General Motors (GM), responsável por 17,35% desse total, ficou com a liderança do mercado pelo quinto ano seguido. Na sequência, aparecem Volkswagen (16,8%), Fiat (16,5%) e Hyundai (8,6%), Ford (7,14%), Toyota (7,07%), Renault (6,75%), Jeep (5,65%), Honda (4,31%), Nissan (3,13%) e Outros (7%).Os números divulgados nesta terça-feira (5) pelo Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos do Estado de Goiás (Sincodive-GO) apontam que o percentual de redução das vendas no Estado foi bem menor que o do país, cuja queda foi de 21,6% em 2020 em relação a 2019, segundo balanço da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), o maior tombo desde 2015, quando a causa da crise foi a recessão doméstica. Foram emplacados 3,16 milhões de veículos ao longo do ano passado, contra 4,03 milhões em 2019.

O Chevrolet Onix foi o carro novo mais vendido no Brasil pelo sexto ano consecutivo, com o emplacamento de 135.351 unidades do hatch. O Hyundai HB20 ficou em segundo lugar com 86.548, seguido pelo Onix Plus, 83.392; Fiat Strada, 80.041; Volkswagen Gol, 71.151; Ford Ka, 67.491; Volkswagen T-Cross, 60.119; Jeep Renegade, 56.865; e Fiat Toro, com 53.974 fechando o top 10 dos veículos mais vendidos em 2020.

O portal Empreender em Goiás é uma iniciativa privada com a missão de incentivar a abertura e o crescimento de empresas. Contamos com os melhores parceiros para gerarmos notícias, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.

One thought on “Vendas de veículos novos caíram 3,23% em Goiás em 2020”

  1. Normal por tudo que aconteceu não só no Brasil, mas no mundo inteiro, em razão da pandemia.