Delivery continuará crescendo mesmo após a pandemia

Delivery continuará crescendo mesmo após a pandemia

30 de dezembro de 2020

Pesquisa realizada pelo Instituto Locomotiva, sob encomenda da VR Benefícios, aponta que 81% dos estabelecimentos comerciais no Brasil passaram a fazer delivery durante a quarentena e vão manter esta modalidade terminada a pandemia. Antes, somente 49% dos restaurantes, lanchonetes, padarias e mercados faziam entregas em domicílio.

Em relação ao atendimento ao cliente, o self-service era oferecido por 59% dos restaurantes antes da crise sanitária, e, agora, somente 42% deles servem refeições desta forma. Em contrapartida, o serviço à la carte subiu de 43% para 54% nesta pandemia. Como medidas de proteção ao cliente, os estabelecimentos afirmam adotar: limpeza e desinfecção do ambiente (91%), disponibilidade de álcool em gel aos clientes (85%), ambiente mais aberto e ventilado (80%) e utilização de mais itens descartáveis (63%).

A pesquisa VR Benefícios-Locomotiva mostra ainda que 47% dos restaurantes, lanchonetes, padarias e mercados estabeleceram novos canais de venda a partir da pandemia, como forma de sobrevivência. O comércio pelo telefone foi o mais adotado, com 71% de adesão por parte dos comerciantes. Na sequência, vem o Whatsapp (63%), o e-commerce próprio (51%), as vendas online (42%) e os aplicativos de entrega (39%).

A pandemia acelerou também a implementação de meios de pagamento sem contato entre os estabelecimentos comerciais. Os que já adotavam a facilidade, e intensificaram seu uso no período, e os que inauguraram a modalidade somam 65%. Já as formas mais utilizadas são: aproximação de celular (83%), QR Code (69%), aplicativos no celular, como Google Pay ou Apple Pay (32%) e envio de link por pagamento (18%).

“O aumento do e-commerce é um movimento que vimos crescer fortemente nos últimos meses, principalmente nas plataformas de entrega de comida. E o uso cada vez maior do link de pagamento é uma tendência no setor de benefícios, tanto que a VR Benefícios foi a primeira a lançar este serviço para seus clientes”, explica Paulo Roberto Esteves Grigorovski, diretor executivo de Marketing e Serviços ao Trabalhador, da VR Benefícios.

Perfil da amostra

A Pesquisa VR Benefícios-Locomotiva é quantitativa online com proprietários ou responsáveis pela gestão dos estabelecimentos comerciais da base da VR Benefícios. Foram realizadas 253 entrevistas online, em todas as regiões do Brasil, no período de 11 de agosto a 29 de outubro de 2020.

Dos entrevistados, 60% são homens e 40% são mulheres, com idades acima de 18 anos: 7% – de 18 e 29 anos, 27% – 30 aos 39 anos, 35% – 40 a 49 anos e 30% – acima dos 50 anos Na divisão de classes, 55% são A/B; 38% são C e 7% são D/E. 48% possuem ensino superior completo, 43% têm ensino médio completo e 9% o fundamental completo.

Entre as regiões, 54% dos entrevistados estão localizados no Sudeste, 16% no Sul e 16% no Centro-Oeste. As regiões Norte e Nordeste somam 14%. A maioria das pessoas vive nas capitais (48%) e regiões metropolitanas (25%), enquanto 23% estão no interior e 4% no litoral.

O portal Empreender em Goiás é uma iniciativa privada com a missão de incentivar a abertura e o crescimento de empresas. Contamos com os melhores parceiros para gerarmos notícias, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.