Caramuru investe R$ 165 milhões em indústria pioneira em Goiás

Caramuru investe R$ 165 milhões em indústria pioneira em Goiás

6 de outubro de 2020

Fábrica vai processar a proteína concentrada de soja e agregar valor à matéria-prima

O grupo Caramuru Alimentos, com três unidades industriais em Goiás, está investindo R$ 165 milhões na implantação de um projeto pioneiro, no município de Itumbiara – na região Sul do Estado -, para processar a proteína concentrada de soja (SPC) e agregar valor à matéria-prima. Esta será a terceira fábrica deste produto no País, sendo que uma, já em operação, pertence à empresa e está localizada em Sorriso (MT), e a outra está em Araguari (MG).


A proteína concentrada de soja é um produto de alto teor de proteína, acima de 60% e ambientalmente correto. É usado, principalmente, na alimentação de peixes e substitui a farinha de peixes na formulação de rações, além de ser utilizado na suinocultura, avicultura, equinocultura, bovinocultura e na alimentação humana.


As obras da nova unidade serão iniciadas em 180 dias e estarão concluídas em 12 meses. A indústria vai produzir 90 mil toneladas de proteína concentrada de soja por ano e vai gerar 42 empregos diretos. A produção será destinada aos mercados internos (50%) e externo (50%), principalmente para a Ásia.


A expansão da unidade vai permitir a verticalização do complexo de Itumbiara, tornando-o mais viável economicamente e a manutenção dos atuais 1.054 empregos diretos, disse ao EMPREENDER EM GOIÁS o presidente do Conselho de Administração da Caramuru Alimentos, Alberto Borges de Sousa.


A questão, segundo ele, é que o Sul do Estado produz, cada vez, menos soja além do custo da logística ser muito elevado, por falta de ferrovias e hidrovias na Região. Outro fator que está tirando a competitividade das indústrias goianas é falta de apoio governamental às indústrias. “A atual política tributária dos governos estadual e federal incentiva as exportações do grão in natura, em detrimento do seu processamento no Estado”, lamenta Alberto. Ele acrescenta que, para garantir o funcionamento da unidade de Itumbiara, a empresa está importando óleo bruto de soja da Argentina para garantir o funcionamento das máquinas de novembro a janeiro.


Além do complexo industrial em Itumbiara, onde o grupo chegou em Goiás em 1975, a Caramuru Alimentos tem fábricas de processamento de soja e milho em Ipameri e em São Simão. Conta com um mix de mais de 100 produtos derivados desses grãos. Atua também com armazenagem e logística. Seus produtos são exportados para mais de 15 países além abastecer o mercado interno. O grupo está presente com unidades industriais em Goiás, Paraná, Mato Grosso e São Paulo.

O portal Empreender em Goiás é uma iniciativa privada com a missão de incentivar a abertura e o crescimento de empresas. Contamos com os melhores parceiros para gerarmos notícias, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.

One thought on “Caramuru investe R$ 165 milhões em indústria pioneira em Goiás”

  1. Parabéns Alberto,estamos juntos