Goiás só tem 3 empresas entre as 300 maiores no varejo

Goiás só tem 3 empresas entre as 300 maiores no varejo

5 de setembro de 2020

As 300 maiores empresas do varejo brasileiro tiveram em 2019 faturamento bruto de R$ 703,2 bilhões, de acordo com ranking da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC). As três únicas empresas goianas neste ranking – Fujioka, Novo Mundo e a TendTudo – foram responsáveis por R$ 3,8 bilhões, ou seja, apenas 0,54% do faturamento total.

O grupo Fujioka, incluindo a bandeira Dormer, é o melhor colocado no ranking nacional e ganhou 46 posições, ao sair do 132º em 2018, para o 86º lugar no ano passado. Com 3.380 funcionários e 65 lojas em Goiás, Distrito Federal e Minas Gerais, o grupo registrou faturamento de R$ 1,559 bilhão, o que equivale a R$ 24,6 milhões por loja. O EMPREENDER EM GOIÁS informou que o lucro líquido da empresa goiana em 2019 foi de R$ 95,3 milhões, aumento de 788% em relação ao do ano anterior (saiba mais aqui).

Presente em nove Estados e no Distrito Federal, o Novo Mundo ficou em 91º lugar e ganhou 10 posições, pois estava em 101º em 2018. O faturamento bruto foi de R$ 1,5 bilhão, ou seja, 24% maior que o de 2018, que foi de R$ 1,208 bilhão. No ano passado, o Novo Mundo tinha 169 lojas e 3.887 funcionários contra 136 unidades e 3.114 colaboradores em 2018. O EMPREENDER EM GOIÁS já contou a história do grupo varejista goiano (leia aqui).

Embora tenha fechado várias unidades em agosto do ano passado, inclusive em Goiânia, a empresa BR Home Centers, proprietária da TendTudo e da Casa Show, registrou faturamento bruto de R$ 703, 3 milhões, com suas 25 lojas. O resultado ainda lhe possibilitou conquistar a 176ª posição, perdendo 22 colocações. Presente em sete Estados com 2.100 funcionários, a empresa alcançou R$ 25,1 milhões de faturamento por loja.

Nacional
O Carrefour lidera a lista, com um faturamento bruto de R$ 62,22 bilhões), seguido pelo Grupo Pão de Açúcar (R$ 61,54 bilhões), Via Varejo, Grupo BIG e Magazine Luiza. O top five do varejo brasileiro somou R$ 205,415 bilhões no ano passado, ou 29,21% do faturamento das 300 maiores.

Apesar da economia brasileira não ter conseguido retomar o crescimento sustentável, a expansão das maiores empresas do setor foi de 9,9% em 2019, praticamente o dobro da alta de 5% do varejo como um todo. A nova edição do ranking mostra que as grandes e médias empresas tiveram em 2019 mais um ano de resiliência e expansão.

Outro ponto importante levantado pelo ranking é a transformação digital. Pela primeira vez, a maioria das 300 maiores empresas está online: são 162 empresas com e-commerce em operação. Em todos os segmentos do ranking, pelo menos 60% das empresas listadas têm operação online, com uma exceção: os supermercados.

O portal Empreender em Goiás é uma iniciativa privada com a missão de incentivar a abertura e o crescimento de empresas. Contamos com os melhores parceiros para gerarmos notícias, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.