Pastoral de Rua do Santuário Sagrada Família recebeu a doação de carne bovina da Friboi

A JBS vai doar R$ 17,5 milhões para o enfrentamento do coronavírus em Goiás. Os recursos serão destinados a ações de saúde pública, social e apoio à ciência, viabilizando a construção de hospitais modulares (permanentes), compra de equipamentos de proteção individual (EPIs), equipamentos de saúde, cestas básicas e de higiene e limpeza, entre outros. Todas as iniciativas serão auditadas pela Grant Thornton, consultoria global com mais de 100 anos no mercado, que abriu mão de seus honorários para contribuir com o programa social.

As doações serão destinadas ao Estado (R$ 10 milhões) e para sete cidades goianas (R$ 7,5 milhões). A JBS já doou cinco toneladas de frango para sete instituições da Grande Goiânia, 450 máscaras N95 e cerca de mil litros de álcool em gel 70%, além de 100 óculos de proteção, às cidades de Senador Canedo e Mozarlândia.

Também a Pastoral de Rua do Santuário Sagrada Família recebeu a doação de carne bovina da Friboi, anunciada durante a live VillaMix em Casa. Na quarta-feira (13/05), a unidade da JBS de Porangatu (GO) entregou aproximadamente 200 sabonetes para o Lar Paulo VI, localizado no município.

Ao todo, a empresa anunciou que vai doar R$ 400 milhões a 17 unidades da federação e 162 cidades no Brasil. Além das parcerias com o setor público, o plano de doações inclui a doação de R﹩ 20 milhões a 50 organizações sociais sem fins lucrativos com trabalhos específicos de assistência à população carente e vulnerável e a destinação de R$ 50 milhões a entidades de pesquisa e tecnologia no país com foco em estudos na área de saúde.

“Toda a doação será apoiada por comitês consultivos, formados por membros independentes para garantir a melhor execução do projeto e contará com toda nossa estrutura e capilaridade para fazer a doação chegar a quem mais precisa”, ressalta Wesley Batista Filho, presidente da JBS na América do Sul e presidente da Seara.


Deixe seu comentário