Acieg lança marketplace gratuito para pequenas empresas

Acieg lança marketplace gratuito para pequenas empresas

6 de maio de 2020

Enquanto a pandemia de Covid-19 não dá trégua, o setor produtivo, aliado a startups, se juntam para encontrar alternativas para manter a atividade econômica. Em Goiás, mais uma dessas iniciativas chega para conectar empreendedores e clientes, de forma digital: a DeTudo, plataforma de marketplace totalmente gratuita, tanto para quem oferece produtos e serviços quanto para quem precisa deles. O desembarque da plataforma DeTudo no Estado ocorre por meio de uma parceria entre a Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Goiás (Acieg) e a startup desenvolvedora, que tem o mesmo nome. Lançada no final de março, ela está presente em 70 municípios de 18 Estados (todos do Sul, Sudeste e Centro-Oeste, mais parte do Norte e do Nordeste).

Até agora, são cerca de 500 empresas e 2 mil produtos anunciados, além de prestadores de serviço (como encanadores e outros). O objetivo, segundo o Head de Inovação da Acieg, Pedro Renan, “é proporcionar ao pequeno a oportunidade de estar no digital”. Para participar, o empreendedor deve entrar na plataforma e realizar um cadastro. Nela, tem os espaços para publicar seus anúncios, com fotos, valores, descrição etc. O consumidor, por sua vez, ao encontrar o produto ou serviço que deseja, efetua a compra e escolhe o meio de pagamento e a forma de entrega ou retirada.

A partir daí, a transação é feita entre consumidor e empreendedor, por meio de aplicativo de mensagem, como o WhatsApp. “A comunicação é direta do consumidor com a empresa”, explica o presidente da Acieg Jovem, Pedro Henrique Bouhid, que trouxa a plataforma para Goiás. Ao contrário de outras ferramentas, como os aplicativos de entrega como Ifood e Uber Eats, não há cobrança de taxas nem do empreendedor e nem do consumidor. “A ideia é não tirar o lucro do empresário, que já está sofrendo [com a queda de vendas devido à quarentena]”, diz o presidente a Acieg, Rubens Fileti.

De acodo com Caetano Burjack, da DeTudo, o custo zero é porque o foco é nos pequenos negócios e nos trabalhadores que estão na informalidade. “Entrar em um marketplace não é barato e o pequeno negócio não consegue”, lembra. Rubens Fileti lembra que várias plataformas semelhantes têm sido lançadas desde o início da quarentena, na segunda quinzena de março. A escolha pela DeTudo ocorreu devido ao uso intuitivo, bastando uma intimidade mínima com a internet, e a eliminação de qualquer complexidade na realização dos pagamentos. “Ela é simples e intuitiva, uma pessoa que tem familiaridade com a internet pode fazer seu cadastro e começar a anunciar seus produtos”, afirma.

O presidente da Acieg lembra que a digitalização dos negócios é uma realidade e que o isolamento social obrigou as empresas que ainda resistiam a ela terão de se adaptar rapidamente. A entidade, portanto, quer tornar a transformação digital acessível aos micro, pequenos e médios negócios. Um dos frutos da parceria é que as empresas que são filiadas à Acieg terão um selo de identificação. É uma maneira, segundo Fileti, de garantir a qualidade dos produtos e dos serviços anunciados.

Para o consumidor, a plataforma também é simples. Ao acessar o endereço DeTudo.app, ele será direcionado aos estabelecimentos de sua cidade. Em seguida, terá um menu com várias opções, como moda e beleza, restaurantes, artesanato, eletro etc. Ao selecionar o segmento, basta escolher a loja ou prestador de serviço que desejar. O pagamento, repetindo, é feito diretamente ao anunciante.

O portal Empreender em Goiás é uma iniciativa privada com a missão de incentivar a abertura e o crescimento de empresas. Contamos com os melhores parceiros para gerarmos notícias, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.