A dupla Rafael e Gustavo Moura e Rafael com o empresário Magdan Faria (centro)

Você já pensou em ser empresário de uma dupla sertaneja, mesmo com pouco dinheiro? Essa é a ideia que está por trás de um produto de investimento lançado nesta quinta-feira (16/01) em Goiânia. Por meio da aquisição de cotas individuais, será possível investir na carreira da dupla Gustavo Moura e Rafael, que lançou seu primeiro trabalho profissional em 2008 e tem músicas gravadas por artistas como Henrique e Juliano e Maria Cecília e Rodolfo, além de parcerias com sertanejos consagrados, como Marília Mendonça.

O modelo de gestão foi idealizado pela Capital White, empresa goiana que tem como CEO o empresário e especialista em mercado financeiro Magdan Faria. A dupla será a primeira a utilizar a gestão financeira exponencial no País. O funcionamento é simples: ao invés de um único empresário, que faz desembolsos vultosos, serão vendidas 1,2 mil cotas de R$ 10 mil cada – um único investidor pode ter, no máximo, dez cotas. Caso todas sejam comercializadas, o aporte na carreira da dupla será de R$ 12 milhões. “O investidor terá retorno conforme o crescimento do projeto”, diz Magdan Faria.

O recurso das cotas fará parte de um fundo e a gestão da carreira dos cantores passa a ser compartilhada também pela Capital White. O adquirente fará parte de uma Sociedade em Cotas de Participação (SCP) e a remuneração será por meio da Participação de Lucro Real (PRL). Para chegar ao novo produto, o empresário conta com experiência anterior na intermediação entre investidores individuais e empreendedores. O modelo de investimento coletivo foi elaborado durante dois anos. Antes da decisão de aplicá-lo ao mercado da música sertaneja, foram estudados outros segmentos. “Esse é um mercado com ebidta [lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização] muito alto. Em 2019, movimentou entre R$ 6 bilhões e R$ 8 bilhões”, afirma Magdan Faria.

Depois de modelar o negócio, que ele chama de “modelo de gestão financeira exponencial” e escolher o nicho (a música sertaneja), a Capital White tinha de encontrar os artistas com perfil adequado. “Fizemos o filtro, que levou em conta fatores como repertório, tempo de carreira, presença de palco e potencial de crescimento. A dupla Gustavo Moura e Rafael tem chão de caminhada e pode ter uma expansão exponencial na carreira”, aposta.

Os cantores são irmãos e herdaram o gosto pela música e, especialmente, pelo sertanejo do pai e do tio, que formam a dupla Monetário e Financeiro, que interpreta música raiz. Começaram ainda crianças, por volta dos sete anos de idade, mas o primeiro trabalho profissional foi o lançamento de um DVD em 2008. Estão em Goiânia, Meca da música sertaneja, há dez anos.

Desde então, são cinco DVDs, um canal no Youtube com mais de 120 mil inscritos e que teve 1,8 milhões visualizações em seis meses, perfil no Instagram com 144 mil seguidores e disponibilização de repertório nas plataformas de streaming. Um dos vídeos, “Zé Ninguém”, com participação da atriz Carol Castro, teve mais de 10 milhões de visualizações. Ou, da música “Vou levando a minha”, tem parceria com Marília Mendonça e mais de 11 milhões de visualizações.

Em 2019, a dupla fez cerca de 100 shows. Para 2020, a previsão é de 180 apresentações (já estão confirmados shows em Gurupi e Porto Nacional, no Tocantins, e Tupaciguara, Araxá, Montes Claros e Jacaúba, em Minas Gerais). Os irmãos lançarão nos próximos dias um single e um clipe, ainda sem nome, com participação do DJ Guga e preparam um novo DVD.

A expectativa com a possível entrada de investimento por meio da parceria com a Capital White, a dupla espera que esse número só aumente. “Em 2021, ir para casa será só para tomar banho”, brinca Gustavo Moura.


Deixe seu comentário