Goiânia tem o segundo m² mais baixo entre 16 capitais, aponta  Índice FipeZap
Destaques Imóveis

Goiânia tem o segundo m² mais baixo entre 16 capitais, aponta Índice FipeZap

8 de janeiro de 2020

O valor médio do metro quadrado de imóveis residenciais (apartamentos) em Goiânia foi de R$ 4.211, em 2019

O preço médio do metro quadrado de imóveis residenciais (apartamentos) em Goiânia é o segundo mais baixo entre as 16 capitais pesquisadas pelo Índice FipeZap. No ano passado, o valor médio ficou em R$ 4.211, só perdendo para Campo Grande (MS), que foi de R$ 4.165. Mesmo assim, a capital goiana registrou aumento de 0,73% nos preços dos apartamentos em relação a 2018, ficando na sexta posição entre as 50 cidades brasileiras pesquisadas.

De acordo com o Índice FipeZap, entre os bairros pesquisados em Goiânia, o setor Marista tem o maior preço do metro quadrado (R$ 5.799), seguido do Jardim Goiás (R$ 5.229), Parque Lozandes (R$ 5.209), Setor Bueno (R$ 5.157) e Setor Coimbra (R$ 4.964).

Brasil

No País, conforme o Índice FipeZap, apartamentos anunciados encerraram 2019 com estabilidade no preço médio de venda. Comparando à inflação prevista de 4,13% para o período, segundo o IPCA, o indicador apresenta queda real de 3,97%.

O comportamento dos preços nas cidades pesquisadas foi marcado pela heterogeneidade. Dentre as 16 capitais monitoradas, Manaus (3,61%), Vitória (3,57%) e Florianópolis (3,31%) apresentaram as maiores elevações nominais em 2019, enquanto Fortaleza (-8,07%), João Pessoa (-4,46%) e Curitiba (-2,66%) se destacaram com os maiores recuos no ano.

Entre as cidades de maior peso no cálculo do índice FipeZap, São Paulo, que já experimenta uma recuperação mais vigorosa do mercado imobiliário, registrou uma alta acumulada de 2,26% em 2019. Já o Rio de Janeiro teve uma queda de 2,25%. Em ambos casos, a variação foi inferior à inflação no período.

Em dezembro de 2019, o preço médio do m2 foi de R$ 7.235 entre as 50 cidades monitoradas. O Rio de Janeiro se manteve como a capital com o valor do m² mais elevado (R$ 9.331/m²), seguida por São Paulo (R$ 9.015/m²) e Brasília (R$ 7.346/m²). Já entre as capitais com menor valor médio estão Campo Grande (R$ 4.165/m²), Goiânia (R$ 4.211/m²) e João Pessoa (R$ 4.546/m²).

O portal Empreender em Goiás é uma iniciativa privada com a missão de incentivar a abertura e o crescimento de empresas. Contamos com os melhores parceiros para gerarmos notícias, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.