As vendas de automóveis e utilitários cresceram 2,96% em Goiás no ano passado, conforme dados do Sincodive-GO

As vendas de veículos registraram em 2019 o melhor resultado desde 2015 em Goiás. Dados do Sindicato das Concessionárias e Distribuidoras de Veículos Automotores (Sincodive-GO) mostram que 77.903 automóveis e utilitários foram emplacados no ano passado, um aumento de 2,96% em relação a 2018, cujo volume total chegou a 75.671 unidades. O dado é melhor desde 2015, quando as vendas somaram 79.151 unidades vendidas.

Conforme o Sincodive-GO, as vendas de caminhões e ônibus também foram recordes ao chegar a 5.198 veículos, com crescimento de 44,15% no ano passado em relação a 2018.Outra surpresa foi o segmento de motocicletas, que registrou aumento de 11,74%, com 34.407 motos comercializadas no ano passado ante 30.792 em 2018.

Para o diretor executivo da entidade, Lincon Vargas da Silva, a melhora de desempenho do setor em 2019 já é reflexo do aumento da confiança do consumidor na retomada da economia, com a queda nos juros básicos e recuo das taxas de inadimplência e de desemprego. “Havia uma demanda reprimida que, aos poucos , foi diminuindo nos últimos quatro anos. As vendas de 2020 vão superar as de 2019”, frisou.

O especialista no assunto e sócio da MacroSector Consultores Fabio Silveira tem a mesma opinião ao comentar o crescimento das vendas de veículos no mercado brasileiro. Para ele, a queda na taxa de juros no último ano – em 2019, a Selic saiu de 6,50% para 4,50% – teve um efeito de estímulo ao crédito e impulsionou a demanda por parte das pessoas físicas. De acordo com Silveira, o dado mostra um bom dinamismo do mercado doméstico.

Brasil

Também no Brasil o setor teve, em 2019, o melhor volume de vendas domésticas em 5 anos. Dados Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) apontam que 2,78 milhões de unidades foram emplacadas no ano passado, um aumento de 8,65% em relação a 2018. É o melhor resultado desde 2014, quando as vendas de novos veículos somaram 3,5 milhões. O dado considera automóveis, veículos comerciais leves, caminhões e ônibus.

Os automóveis comerciais e leves, que representam mais de 90% do setor, registraram 2,65 milhões de emplacamentos no ano passado, alta de 7,65% frente a 2018. Já em dezembro, as vendas somaram 251,9 mil unidades, uma escalada de 12,07% na comparação anual.

Entre os veículos pesados, houve alta significativa nas vendas de caminhões, que cresceram 33,12%, e as de ônibus, 38,94%. Foram 128,9 mil unidades vendidas em 2019, a maior parte delas de caminhões, que chegaram a 101,7 mil.


Deixe seu comentário