Cláudia Vobeto: “O bem-estar não vem só com os procedimentos, mas inclui um bom atendimento e uma boa experiência”

A Majô Beauty Club, franquia goiana de estética, bem-estar e beleza, investiu mais de R$ 1 milhão em 2019 em inovação, que envolveu tecnologia e o lançamento de 27 produtos químicos e cosméticos. Para fechar o ano com chave de ouro, a empresa inaugurou uma loja conceito em Goiânia, com aplicativo para as clientes agendarem horário e com um terminal de autoatendimento na loja, que oferece mais de 50 serviços, além de uma linha cosméticos.

“Para alguns serviços, como depilação, manicure e pedicure, não é necessário nem marcar hora. Porém, para os demais, precisamos fazer uma previsão, mas queríamos oferecer uma via rápida para isso. Esse ajuste em nosso negócio chega para atender uma tendência que veio para ficar. Com o tempo cada vez mais escasso, as pessoas querem praticidade”, afirma a fundadora da franquia, Cláudia Vobeto.

Ela explica que as lojas continuarão a contar com atendentes, mas Cláudia acredita que a tecnologia irá ajudá-las a usar o tempo para dar atenção mais personalizada aos clientes. “Elas deixarão de fazer uma atividade repetitiva e usarão o tempo para de fato atendê-los”, diz. O novo clube de beleza em Goiânia fica na Alameda Coronel Eugênio Jardim, nº 108, no Setor Marista.

Expansão

Com 35 lojas espalhadas por São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Maranhão, Pernambuco e Distrito Federal, a Majô Beauty Club é um clube de beleza que oferece depilação, inclusive a laser, estética facial e corporal, manicure e pedicure, podologia, design e micropigmentação de sobrancelhas, day spa, Dia de Noiva e integra o segmento de beleza e bem-estar, um dos que mais cresce no País.

No segmento de franquias, o segmento de beleza é campeão em abertura de unidades em 2019, com aumento de 8,1% ante à média de 5,2%. Os dados são do levantamento da Associação Brasileira de Franchising (ABF) até o terceiro trimestre do ano.

Se, por um lado, os números são positivos porque indicam que há demanda, por outro, na avaliação de Cláudia Vobeto, eles apontam para a necessidade de diferenciação. “O bem-estar não vem só com os procedimentos, mas inclui um bom atendimento e uma boa experiência. Esse foi o nosso propósito ao investir em inovação”, diz a fundadora, que depois de 10 anos já atuando no segmento de beleza, decidiu inovar em uma nova franquia.


Deixe seu comentário