Célio Abba e Alberto Nunes Pereira Neto, do Grupo Planalto, que investiu R$ 120 milhões no Shopping Gallo

O Shopping Gallo abre as suas portas ao público nesta quarta-feira (6/11) com a expectativa de movimentar cerca de R$ 150 milhões por ano na Região da 44, onde o faturamento anual chega a quase R$ 7 bilhões, o que lhe dá a quinta colocação no ranking do Produto Interno Bruto (PIB) municipal do Estado e o coloca como segundo maior polo de confecção do País. O novo shopping vai gerar mais de 2 mil empregos diretos e 5 mil indiretos.

Com investimentos de R$ 120 milhões e geração de 2 mil empregos diretos e 5 mil indiretos, o novo cento de compras oferece um amplo mix de produtos entre calçados, roupas e acessórios. São cinco pavimentos ao todo, sendo dois com mais de 500 lojas e três destinados para mais de 480 vagas cobertas de estacionamento, além de 60 vagas especiais para ônibus.

Além da praça de alimentação com 15 operações, há quatro quiosques e outras estações de alimentação espalhadas pelo centro de compras. Oferecerá também área de serviços, com estúdio de tatuagem e piercing, salão de beleza, escritório de contabilidade, seguradora de planos – saúde, odontológico, vida etc -, assistência técnica de celular, bordados, esmalteria, design de sobrancelha, estética e ótica.

“Em função do pequeno atraso no cronograma de alguns empresários, o Shopping Gallo vai abrir as portas com 60% das lojas prontas, marcas de atacarejo reconhecidas no mercado. No entanto, até o final do ano, vamos chegar a 90% dos estabelecimentos abertos para o Natal”, garante o diretor comercial e superintendente do Shopping Gallo, Célio Abba.

Fluxo
A expectativa é que o fluxo médio no centro de compras gire em torno de 10 mil pessoas diariamente a partir do dia 6 de novembro. O horário de funcionamento será de segunda a quinta-feira, das 8 às 19 horas, e na sexta-feira e sábado, das 6 às 19 horas.

Outra inovação do Shopping Gallo é que os passageiros dos ônibus terão áreas de embarque e desembarque especiais que vão direcioná-los direto ao interior do mall, sem a necessidade de estacionar em outro local e ter que se deslocar a pé até o empreendimento. Somente aos finais de semana, a localidade da Rua 44 recebe média entre 40 mil e 50 mil turistas interessados no atacarejo. Por mês, são mais de 260 ônibus que chegam à Capital com destino à Rua 44.

“A chegada do Shopping Gallo vai agregar e muito à região, com uma política de compras diferenciada e estrutura imponente”, afirma o presidente da Associação Empresarial da Região da Rua 44 (AER44), Jairo Gomes, ao evidenciar que o pavimento destinado exclusivamente para estacionamento de carros e ônibus vai ajudar a aliviar as complicações de trânsito no local.


Deixe seu comentário