Loja da Havan em Anápolis foi a primeira unidade inaugurada há seis anos em Goiás. Hoje são 3 e a meta é chegar a 7

A rede varejista Havan deve abrir no próximo ano uma megaloja de 15 mil metros quadrados em Aparecida de Goiânia. Será a sua quarta unidade em Goiás. A informação foi confirmada ao EMPREENDER EM GOIÁS por empresários do segundo maior município goiano, onde a rede tem negociado a compra de um grande terreno para abrir sua nova loja. A preferência é por uma área nas margens da BR-153.

A meta da Havan é abrir sete lojas no Estado. Para abrir cada unidade o investimento é de R$ 50 milhões em média. A primeira foi inaugurada há seis anos em Anápolis com 15 mil metros quadrados de área, com direito a uma réplica de 35 metros de altura da Estátua da Liberdade (uma marca da rede varejista brasileira), além da fachada inspirada na Casa Branca (residência oficial do presidente dos EUA).

A segunda loja foi aberta em Rio Verde e seguiu praticamente a mesma fórmula: investimento de R$ 45 milhões em 14 mil metros quadrados de área construída com fachada inspirada na Casa Branca. A terceira unidade foi inaugurada em Valparaíso de Goiás, sendo a primeira no Entorno do Distrito Federal. Foram investidos R$ 35 milhões para a abertura desta megaloja. Cada unidade aberta gera cerca de 200 empregos diretos.

As lojas de departamento Havan trabalham na comercialização e distribuição de brinquedos, tecidos, eletro-eletrônicos, ferramentas, utensílios, lojas de fast-food e postos de combustíveis, dentre outros. A estratégia de expansão da empresa tem como foco principal as cidades de médio para grande porte no País, com grande concentração populacional e potencial de crescimento econômico.

A Havan foi criada de uma sociedade entre dois amigos (o nome surgiu da junção dos nomes dos sócios Hang e Vanderlei) em Santa Catarina. Começou pequena, com apenas um balcão, na década de 90, mas cresceu rápido ao decidir trabalhar com a importação de tecidos e artigos de baixo valor agregado.

Em 1999, com a desvalorização cambial, Luciano Hang percebeu definiu uma nova vocação para a Havan: o segmento de lojas de departamentos. Com 33 anos de atuação, o grupo deve encerrar somente este ano com investimento de R$ 750 milhões na sua agressiva política de expansão. A meta é chegar a R$ 12 bilhões de faturamento em 2019. O grupo emprega quase 20 mil trabalhadores no País e atua também nos setores de energia elétrica, combustível, factoring e hotelaria.


Deixe seu comentário

5 comments

  1. TAVARES Responder

    BOM DIA MORO EM PARIS NA FRANCE MAS SOU NATURAL DO ESTADO DO TOCANTINS ESPERO QUE ELES ABRA UMA LOJA DESSA EM PALMA CAPITAL DO TOCANTINS

    1. Kelly Christine Pereira de Lima Responder

      Venha mesmo pra Aparecida de Goiânia. Nós precisamos urgentemente dessa potência aqui. Essa megaloja que só ouço falar. Não tive oportunidade de conhecer nenhuma ainda. Boa Sorte. Estamos no aguardo!!!

  2. Agnaldo Carvalho Responder

    eu e minha esposa não sairemos dela… rsrs

    1. Cabastos@live.com Responder

      Quero saber se caldas Novas principal plo hoteleiro de Goiás será tambem premiada com uma Havan.

  3. Ana Clara Responder

    Onde posso tá entregando o currículo me mande mensagem avisando 62 991540610