A capacidade e responsabilidade de gerir com eficiência as finanças de uma empresa é uma das principais tarefas para manter a qualidade da produção e expandir a participação da marca no mercado. É normal que o crescimento do negócio gere dúvidas ou dificuldades na hora de administrar as finanças. Afinal, assim como as receitas aumentam, os compromissos firmados mensalmente pela empresa seguem a mesma tendência. É preciso ter planejamento e organização para não errar as contas. Questões importantes exigem atenção permanente, como o controle de demissões, horas extras e folha de pagamento.

Em um cenário de incertezas e com uma lenta retomada da economia do país, é essencial que o empreendedor faça planejamento financeiro da empresa para definir, de forma clara e objetiva, quais são as metas do negócio, o plano operacional, os prazos e os projetos de expansão. Com o cronograma financeiro organizado, é possível investir estrategicamente sem comprometer o orçamento e os compromissos já firmados pela empresa.

O Sebrae dispõe de soluções personalizadas para os empreendedores otimizarem a gestão financeira do negócio e consigam administrar de forma estruturada as receitas e despesas da empresa, possibilitando uma melhora significativa na organização e tomada de decisões, evitando que o empreendimento comprometa o orçamento de forma irresponsável e fique com as contas no vermelho. Produtos da entidade como o Projeto “Na Medida”, que traz um conjunto de soluções em gestão empresarial, podem ajudar o gestor através de orientações e práticas de formação de preço de venda, registro de informações financeiras e econômicas, controle e análise indicadores de desempenho.

Lucros

É importante que o empresário faça uma avaliação de desempenho financeiro da empresa para descobrir quais são seus lucros. Essa avaliação não se atém apenas ao fluxo de caixa, uma vez que tal modalidade apenas mostra se a empresa honrou todas as despesas do negócio, porém, não deixa claro se o empreendimento obteve lucro ou não.

De acordo com o analista do Sebrae, Almir Ferraz, os controles que ajudam a demonstrar o resultado são: registro do faturamento de vendas ou serviços, das compras, das despesas, dos gastos mensais fixos e variáveis. Para obter o resultado mensal da empresa, o analista recomenda a utilização da planilha “Demonstração do Resultado”, que pode ser utilizada mensal, diária ou semanalmente.

Com a ferramenta, o empresário visualiza o resultado, pois no documento consta em ordem de liquidez o valor do faturamento, o custo, as despesas e o resultado. O EMPREENDER EM GOIÁS apresenta dicas importantes para quem pretende aperfeiçoar a gestão financeira do seu negócio. Confira:

Como cuidar das finanças



Estude o assunto

Conheça os conceitos para analisar a viabilidade do seu negócio, os pontos fortes e pontos fracos. Leve em consideração os riscos e o investimento necessário para definir se o negócio é viável ou se a empresa pode ser ampliada.


Faça o plano de contas

É uma maneira viável e eficaz de classificar as movimentações financeiras da empresa. Com um plano estruturado e dividido em categorias, como receitas, despesas, e balanços, fica mais simples analisar a saúde financeira do negócio através da verificação dos ativos, passivos, contas a pagar e a receber. Plano de contas financeiro é a relação das categorias de receitas e despesas de uma empresa em balanços e demonstrativos contábeis. Por ser uma forma de classificar as movimentações financeiras, ele permite organizar e entender melhor a situação financeira ao olhar ativos e passivos, contas a pagar e a receber etc.


Fique atento aos controles financeiros

É recomendado automatizar esse tipo de processo. Há opções para todos os tipos de empresas e demandas. Algumas ferramentas suprem a gestão financeira e o sistema de cobranças. A aplicação de um sistema de gestão financeira garante a organização das finanças e das datas de recebimentos e pagamentos.


Administre o fluxo de caixa com atenção

Uma maneira importante para manter a saúde e as finanças da empresa é provisionar os recebimentos para as datas acordadas nas vendas a prazo, desta forma, é possível evitar uma desordem no fluxo de caixa.


Acompanhe a Demonstração de Resultados (DRE)

A DRE deve ser acompanhada de maneira sistemática, uma vez que as informações explicitadas no documento podem auxiliar a empresa na tomada de decisões. O relatório permite a identificação, análise, comparação (de acordo com o período escolhido), da variação dos custos e despesas do negócio. A DRE permite ainda que o gestor verifique ainda o saldo em aberto que a empresa possui com os clientes e fornecedores.


Avalie o balanço patrimonial

O Balanço Patrimonial é um relatório completo que mostra o resultado de todas as operações realizadas pela empresa durante o ano. Através da análise do documento, é possível verificar o crescimento da empresa, os pontos a serem melhorados. O método contribui na elaboração de estratégias para o ano seguinte.


Fique de olho nos resultados

Para uma empresa expandir suas atividades, é necessário fortalecer o caixa. Portanto, é necessário focar no acúmulo de um bom caixa para continuar crescendo. Após o período de consolidação do negócio, o empresário deve dividir a atenção em dois eixos: segurança de um caixa cheio e a vontade de potencializar o lucro.


Saiba formar o preço de vendas

A definição do preço de venda é uma das tarefas mais importantes para o sucesso de uma empresa. O valor deve ser suficiente para cobrir o preço da produção, as despesas geradas para vender o produto e, obviamente, a margem de lucro pelo bem material ou serviço.


Administre o capital de giro

Com o aumento do capital de giro, a empresa ganha sobrevida para cobrir despesas fixas mesmo que o faturamento diminuía. Evidentemente, o recurso acumulado não deve ficar parado. Uma das estratégias mais recomendadas é negociar com o gerente do seu banco para que você encontra uma alternativa de investimento que faça seu capital render.


Conheça os serviços financeiros disponíveis

É essencial que o empresário conheça os Serviços Financeiros disponíveis no mercado. Essas ferramentas são oferecidas pelas instituições financeiras e apresentam ao empreender um conjunto de produtos e serviços disponíveis no mercado financeiro e que podem ser úteis para a viabilização de um negócio, expansão de uma empresa ou quitação de dívidas.


Deixe seu comentário