Ruimar Ferreira sentado na cadeira do antigo Salão Lord, do qual o seu pai Waldemar Ferreira era sócio e onde aos 15 anos começou a aprender o ofício

A célebre frase de todo empreendedor de sucesso “Amar a profissão” se encaixa perfeitamente em Ruimar Ferreira, da New Star Barbearia. Do relógio de parede com os números invertidos, para serem vistos pelo espelho, à decoração com máquinas de cortar cabelo e navalhas, tudo no ambiente remete à barbearia. O tradicional bate-papo entre barbeiro e cliente também não falta: no local fala-se de tudo, de política a literatura.

Há mais de 40 anos, o ambiente retrô é um dos mais bem frequentados de Goiânia. Pelas cadeiras de Ruimar Ferreira já passaram governadores, artistas plásticos, escritores, socialites, empresários, jogadores e técnicos de futebol e pessoas comuns. “Já fiz mais de 100 mil cortes de cabelo e acredito que dentro do salão foram mais de 700 mil”, diz, com orgulho de quem acorda cedo com vontade de abrir a barbearia e pegar tesoura, pente e navalha. 

História

A história da New Star Barbearia teve início em 1975. O pai de Ruimar, Waldemar Ferreira, era sócio-proprietário do Salão Lord, tradicional barbearia do Centro de Goiânia. Em busca de expandir os negócios, ele, os filhos – Ruimar e José Carlos – e um outro barbeiro decidiram buscar um ponto para instalar uma nova barbearia. “Percebemos que a Região Central entraria em decadência em breve e encontramos esta sala, na Praça Tamandaré, no Setor Oeste. Naquela ocasião, a região ainda tinha poucas casas e comércio. Aqui estavam instalados apenas a Churrascaria do Gaúcho, a Só Mudanças e alguns bares”, conta.

Ruimar Ferreira, com a tesoura e o pente: só ele fez mais de 100 mil cortes de cabelo, inclusive de governadores, artistas, escritores, empresários, jogadores e pessoas comuns

A Praça Tamandaré era redonda e servia como ponto de encontro da juventude de classe média alta e alta da capital. Era no local que os jovens exibiam seus Mavericks, Opalas e Dodges. “Assim que abrimos a barbearia recebemos uma visita ilustre, o então governador Irapuan Costa Júnior. Foi a senha para o sucesso. Muitos políticos passaram a frequentar o ambiente e trouxeram muita gente”, afirma Ruimar Ferreira.

A New Star começou com quatro cadeiras e quatro barbeiros. Hoje tem 12 cadeiras e 15 profissionais, além dos serviços de manicure, podologia e limpeza de pele. “A nossa maior expansão ocorreu na década de 1980, que foi uma época glamourosa, em que as pessoas

passaram a ser preocupar ainda mais com a aparência. Os cortes de cabelo passaram a ser mais estilosos e seguem evoluindo até hoje”, diz o empreendedor. Hoje, Ruimar Ferreira inspira uma linha de produtos de cuidados masculinos desenvolvida pela Piatan, denominada Do Rui.

Ruimar Ferreira nasceu “dentro de uma barbearia”, como costuma frisar. Desde pequeno ia com o pai para o Lord Salão e ficava na porta engraxando sapatos. Aos 15 anos começou a aprender o ofício, fazendo a barba dos funcionários da barbearia do pai. Da navalha para a tesoura foi um pulo. Logo tornou-se um dos mais requisitados da profissão na capital.

Ruimar, no Salão New Estar, na Praça Tamandaré, que tem 12 cadeiras e 15 profissionais, além do serviços de manicure, podologia e limpeza de pele

Clientes ilustres

Nas paredes da New Star Barbearia estão expostas fotos de clientes ilustres, como o ex-presidente José Sarney, quase todos os ex-governadores de Goiás – Mauro Borges, Leonino di Ramos Caiado, Irapuan Costa Júnior, Iris Rezende, Marconi Perillo, entre outros – além de escritores famosos como Bernardo Élis e Arnaldo Nisquier, jornalistas renomados, como Hélio Rocha e Armando Acioli, entre outros. Essa rede de relacionamentos foi reconhecida pela Assembleia Legislativa de Goiás, que lhe concedeu a Medalha Pedro Ludovico Teixeira.

Ruimar Ferreira lembra com orgulho do amigo Eugênio Machado Souto, o técnico de futebol Geninho, que dirigiu Goiás, Vila Nova e Atlético. Certa vez, Geninho estava treinando o Sport Recife e ligou falando que precisava cortar o cabelo. “Ele me perguntou se eu aceitava ir passar o fim de semana em Recife para me distrair e aproveitar para fazer um corte em seu cabelo. Aceitei o convite. Geninho mandou as passagens aéreas e lá fui, com minha esposa, para a capital pernambucana”, rememoriza.

Confidente

“O barbeiro é o confidente do Rei”, diz Ruimar Oliveira. Segundo ele, o cliente, ao sentar-se na cadeira, encontra no barbeiro o amigo para desabafar seus sentimentos, para pedir um conselho ou apenas para bater papo. “Aqui temos um ambiente descontraído, de amizade”, diz ele, lembrando-se da época em que Iris Rezende foi ministro da Agricultura e o chamou para cortar seu cabelo em Brasília. “Na porta do Ministério, passei por uma rigorosa revista pela Polícia Federal. Questão de segurança”, afirma, ressaltando que conseguiu fidelizar uma grande quantidade de clientes.

A New Star está no mercado há 40 anos utilizando como estratégia a tradição no atendimento, mas incrementando inovações de acordo com as necessidades dos novos clientes. O empreendimento segue as normas do Padrão Nacional de Segurança e Higiene, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). “Gosto de ser barbeiro, atendo meus clientes com prazer”, diz Ruimar Ferreira, lembrando que nunca se preocupou apenas em ganhar dinheiro, mas construir uma relação de confiança com as pessoas que o procuram. “Recebi vários convites para montar barbearias em shoppings centers e até outras cidades, mas prefiro me concentrar neste espaço aqui, mantendo a qualidade no atendimento e o padrão do serviço que presto”, explica.

Também se transformou em espaço literário e de leitura. Uma estante com vários exemplares de livros de escritos regionais e nacionais está estrategicamente colocada ao lado dos sofás e bancos de espera. A ideia de montar uma pequena biblioteca para compartilhamento surgiu no lançamento da terceira edição do romance Maya, de Ursulino Leão, que reuniu mais de 200 pessoas na barbearia. (Fotos de Cristiano Borges)


Deixe seu comentário