José Garrote começou a empreender com 19 anos de idade em Itaberaí. Seu grupo hoje fatura mais de R$ 1 bilhão por ano

A indústria goiana São Salvador Alimentos (SSA), dona das marcas SuperFrango e Boua, abate 270 mil aves por dia para abastecer mercados de oito Estados brasileiros e do Distrito Federal, além de vender para 62 países. No ano passado, quando a economia brasileira retraiu 3,6%, o faturamento da SSA cresceu 21% e rompeu a barreira de R$ 1 bilhão. Para contar a história da empresa, o CEO do grupo, José Carlos Garrote de Souza recebeu a equipe do EMPREENDER EM GOIÁS na sede em Itaberaí (GO). De jeitão simples e cordial, pediu apenas mais 20 minutos de espera. É que naquele momento concluía parceria com representantes da terceira maior distribuidora de alimentos do Japão.

Com fábrica de rações, de recria, unidade de recria de aves matrizes, unidade de produção de ovos férteis, incubatório, armazéns graneleiros, sistema de integração de aves e um dos maiores e mais modernos abatedouros de aves do País, a empresa goiana emprega diretamente 3,6 mil trabalhadores e contrata outros 1,5 mil terceirizados. Em 2005, depois de participar de uma missão comercial chefiada pelo governador Marconi Perillo no mercado da Ásia, começou a fechar contratos de exportação. Em 2011, fez a primeira venda para a Europa e, há dois anos, entrou no maior mercado do mundo, na China. Hoje o grupo goiano exporta três mil toneladas por mês, que representa 22% do seu faturamento.

Com a expansão no mercado internacional, também aumentaram as exigências sobre a qualidade dos produtos e a vigilância sanitária sobre a empresa, que investe alto. Só no ano passado foram R$ 30 milhões em sistemas de tratamento e disposição de resíduos, serviços externos de gestão ambiental e em certificação externa dos sistemas de gestão. A SSA também construiu sua própria estação de tratamento de efluentes (ETE), onde a água captada para abastecer sua produção é depois tratada e devolvida mais pura ao Rio das Pedras, de Itaberaí.

Seu complexo industrial impressiona, não apenas pelo tamanho, mas também pela organização, limpeza e automação. O grupo investe apenas na área de tecnologia mais de R$ 500 mil por mês. A SSA continua a investir na expansão e, mais recentemente, na diversificação de seus produtos. Em 2014 lançou uma nova marca, a Boua, que produz e comercializa itens como vegetais congelados, defumados, batatas palitos e embutidos. Para os próximos dois anos prevê investir mais de R$ 200 milhões em novas unidades fabris e produtos, sem revelar detalhes.

Início da sociedade
A história de São Salvador Alimentos começa na década de 80. O produtor rural Carlos Vieira da Cunha tinha granja na região de Itaberaí com capacidade para 40 mil aves, uma das maiores no Estado. Era sogro de José Garrote que, com pouco apenas 21 anos, administrava as duas farmácias do seu pai na cidade e tinha aberto um novo negócio, de produção de sementes de arroz para vender em Goiânia. Mas, por causa de grave problema de saúde na família, Carlos Vieira teve de ausentar da administração da granja em 1981. Recorreu ao genro. “Além de assumir a responsabilidade, vendi todos meus negócios para investir na granja”, afirma Garrote.

O aporte de recursos permitiu o crescimento do empreendimento, agora uma sociedade entre sogro e genro. Durante os primeiros oito anos, Garrote teve de buscar pintinhos em Uberlândia. Isto cinco viagens por semana, com ajuda de um funcionário, numa Kombi. Neste período o jovem empresário conheceu Alfredo Rezende, da Granja Rezende, que foi praticamente seu mentor no segmento de avicultura.

Carlos Vieira e José Garrote decidiram dar novo salto em 1986: construir um abatedouro. A ideia era comprar equipamento para o abate de quatro mil aves por dia. Compraram um com capacidade seis vezes maior. “Disse para meu sogro que a empreitada ia ficar pesada demais. Ele retrucou que nunca tinha voltado de mãos vazias de um negócio”, frisa Garrote.

Foram cinco anos até inaugurarem o Abatedouro São Salvador, em 1991, com 73 funcionários. O investimento na época foi de US$ 2 milhões. “Vendi mais uma vez todo o meu patrimônio, inclusive a casa que morava, e peguei muito dinheiro emprestado. Meu sogro vendeu a metade do patrimônio dele. Apesar do elevado risco, sempre acreditamos no negócio”, afirma Garrote.

No início nada saiu como planejado. Para começar, por conta dos altos custos para construir e equipar o abatedouro, a empresa ficou sem capital de giro. Para piorar, surgiram vários problemas na linha de produção. “O primeiro frango saiu todo esgarçado porque as máquinas não estavam ajustadas”, lembra o empresário. Isto tudo exigiu adequações nas máquinas, redução de custos com a troca de fornecedores, aumento da produtividade e mudança na política comercial da empresa, passando a vender diretamente para os frigoríficos.

Quitadas as dívidas, realizados os ajustes na produção e remodelada a política comercial, a indústria goiana passou a crescer rápido na década de 90. Com o apoio de incentivos fiscais e financiamentos do FCO, ganhou fôlego financeiro para investir na expansão e estar hoje entre as maiores indústrias de aves do País, concorrendo com gigantes como Perdigão e Sadia. “Até parece que foi fácil, mas foram 30 anos de muito trabalho, sacrifícios pessoais e correndo riscos. Cheguei a vender tudo o que tinha três vezes na minha vida para investir no negócio. Nunca me arrependi”, enfatiza Garrote.

“Vendi tudo o que tinha três vezes na minha vida para investir no negócio. Nunca me arrependi”, afirma José Garrote


Deixe seu comentário

24 comments

  1. Assis Responder

    Excelente matéria.

  2. geisa Rita de Souza rosa Responder

    Orgulho itaberino…..Parabéns

  3. Leandro Junqueira Ribeiro Responder

    Parabéns pela empresa. O sucesso, só alcança quem sonha e persevera!

  4. Bento Saeta Responder

    Impressionante e gratificante ler com mais detalhes a história real desta empresa e de seus empreendedores natos, os quais tive o prazer de connhece-los e participar como fornecedor desde os primórdios da São Salvador, atendendo às demandas iniciais e continuamos na parceria desta grande empresa do saudoso senhor Carlos Vieira e deste ícone da indústria alimentícia José Garrote!

    Parabéns e sucesso sempre!

  5. Bruno Calil Responder

    Show. Um trabalho de emprendorismo e sucesso. Orgulho de Itaberaí e do estado de Goiás. Hoje podemos dizer com orgulho, que a SSA partiu rumo a horizontes de longe…o mundo a sua praça de negócios. Parabéns! Sucesso. Somos parceiros de sucesso.

    1. Elaine Villati Responder

      Gratificante ver e ler matérias de empreendedores com tal sabedoria .

  6. Derliey Cabral Martins Responder

    Sinto muito orgulho e enorme admiração desse menino que vi crescer.Parabéns ZG!!!

  7. José Alexandre ipioca Responder

    Parabéns ze garrote vc é um empresário com muita visão arrojado e gosta muito de Itaberaí

  8. Divalci Gaia Baía Responder

    Parabéns muito bom temos sempre que acredita

  9. Jales Naves Responder

    Parabéns pela matéria. Clara, objetiva, rica em informações e numa linguagem acessível a todos. Registra e projeta a indústria goiana, que cresce em bases firmes e dá maior impulso à economia. Assim, passamos a conhecer melhor quem empreende, produz e faz Goiás.

  10. Solange Rodrigues Barbosa Responder

    Parabéns pelo esforço, determinação e fé! Você acreditou no impossível e transformou não só a vida de sua família,mas também todas às famílias que depende da sua honestidade, simplicidade, e do seu sucesso para garantia da sobrevivência. Sou Itaberina e reconheço seu trabalho !

  11. Cristiane amaral Responder

    Nos Itaberinos, somos gratos ao Ze garrote por ter feito nosso município de Itzberai enriquecer, crescer, gerar empregos etc. Ze garrote e um homem admirado e amado por nós de Itaberai.

  12. carlos leles Responder

    Parabens ,que Deus obençoe sempre !!

  13. Osni Sidinei Lacerda Responder

    Com serteza uma grande empresa e um excelente administrador,tenho o prazer de ter participado do crescimento da SSA.por volta de 2003 vim do sul para Itaberaí para fazer parte deste projeto e dês de então continuo fazendo parte desta grande indústria e com muito orgulho e satisfação vamos elevar a SSA ainda mais alto,só tenho a agradecer à está grande empresa e seu administrador Ze Garrote

  14. ULISSES CARLOS DE SOUZA Responder

    Tenho prazer em ser amigo do Zé Garrote e ter tudo a oportunidade de ter sido parceiro dele no passado, prazer maior foi ter como amigo o Senhor Carlos Vieira da Cunha, são competences, lutadores , trabalhadores e honestos, merecem a vitoria!

  15. Antonio Netto Responder

    Conheço esta história que verdadeira, acompanhei todo o processo desde de o início, conheci o Sr Carlito Vieira e conheço o Sr José Garrote, sei da sua vida, sempre foi uma pessoa humilde e humana. E sempre muito temente a Deus. O sucesso veio por tudo isto e sei que ainda vai muito além de tudo isto. Deus vos abençoe e que o sucesso continue.

  16. Marcelo de Souza Lima Responder

    …não há quem saiba muito que não possa receber e quem tenha tão pouco que não possa dar…
    Creio que é mais ou menos essa frase que por muitas vezes ouvi do amigo e parceiro Zé Garrote, ao longo do período que fomos parceiros.
    Sucesso é uma somatoria de inúmeros fatores. Sua perseverança, seu foco e sua fé são 3 variáveis que ficaram marcadas em minha mente do período em que somamos esforços, com muita gente boa ao nosso lado, valorosos soldados que você soube honrar para alicerçar a SSA Alimentos.
    Parabéns à você, sua família, sua equipe e a todos nós curraleiro por termos uma indústria polida para nós orgulharmos.

  17. Fabio Soares Responder

    O sucesso não ocorre por acaso , exemplo perfeito de dedicação esmero e qualidade na proposta de oferecer ao mercado Nacional e Internacional produtos desejados pelos seus consumidores exigentes.Falar das qualidades deste empreendedor é muito fácil. Desde 1991 sou um pequeno integrado. Nossa unidade e de número 13 . Durante esse tempo todo , a partir do dia que abatemos o nossos frangos , 10 dias após o resultado financeiro está depositado em conta corrente. Ressalto que este setor como outros setores de nossa economia passam por turbulências a exemplo,neste exato momento, com as trapalhadas da operação carne fraca. Seria compreensivo atrasos em pagamentos a fornecedores de toda cadeia do setor, pois nunca isto ocorreu, nenhum fornecedor deixou de receber com esta implacável pontualidade.Esta grandiosa empresa respeitada no mundo inteiro nunca participou de nenhum esquema, senão o compromisso de fazer melhor a cada dia com dedicação e honra.

  18. Alexandre Responder

    Que Deus continue te abençoando

  19. Wabde Responder

    Sou fã desse Ze!

  20. Pedro Daniel da Silva Responder

    Itaberaí e região so tem que agradecer e torcer para que a SSA continue empreendendo e apostando em nosso município. O comércio agradece e Itaberaí cresce. Parabéns José Garrote.

  21. Donizete Gregório da Silva Responder

    Parabéns Sr. José Garrote, o homem empreendedor tem que ser corajoso e persistente.

  22. WA SOLAR Responder

    Números impressionantes!!

  23. José Bernardo da Silva Responder

    Parabéns Sr José garrote pelo o sucessos me lembro quando começou os seus negócios quando era gerente da sementes Amazonas em Goiânia hoje vivo a vinte e sete anos nos Estados Unidos (congratulations) god bless you