Movida a açaí: empresa goiana cresce 200% em quatro anos

Movida a açaí: empresa goiana cresce 200% em quatro anos

1 de julho de 2017

Maurício Lima, Pedro Lima, Belisário Júnior e Frederico Junqueira, amigos e sócios bem-sucedidos na Fast Açaí

O açaí é originário da Amazônia, mas foi a partir de Goiás que ganhou o País. Com produção diária de três toneladas e faturamento de R$ 36 milhões em 2016, a indústria goiana no ramo de alimentação saudável Fast Açaí prevê para este ano chegar a 240 pontos de venda e abrir suas primeiras lojas na Europa e na África. Já abriu a primeira nos Estados Unidos. A meta para o próximo ano é dobrar o atual faturamento. Detalhe: a empresa foi criada em 2012 pelos empreendedores Frederico Junqueira, Belisário Júnior, Pedro Lima e Maurício Lima.

Amigos de longa data, os quatro sócios sempre se reuniram para praticar esportes. Após os treinos, a vontade era a de tomar uma tigela de açaí. “A falta de qualidade, o tempo de espera para ser atendido e a pouca oferta mostraram que existia espaço para algo novo”, diz Frederico em entrevista ao EMPREENDER EM GOIÁS na fábrica da empresa, em Aparecida de Goiânia.

Interessado no modelo de franquias, Frederico elaborou um projeto de negócio e partiu para os primeiros testes, mas não avançou muito por causa da dificuldade de achar açaí de qualidade. Sem desistir, procurou os irmãos Belisário Júnior e Pedro, que já possuíam boa experiência na área. Os dois foram pioneiros neste segmento em Goiás, ainda na década de 90, com a Tribo e a Trupe do Açaí.

O know-how no ramo da alimentação saudável e na produção de açaí deu novo fôlego ao projeto. Num dos primeiros testes, os três perceberam que a Fast Açaí tinha grande potencial. “Fizemos testes em uma máquina na calçada de um pregão em Campinas (Goiânia) para ver se ela conseguia dar a consistência ao produto. O açaí que ficava pronto, distribuíamos para quem passava pela rua. De repente, formou uma fila. Todo mundo queria provar”, afirma o empresário.

Belisário Júnior enfatiza que, desde o começo, um dos diferencias da Fast Açaí é o zelo com a qualidade. “Contratamos engenheiros de alimentos para que nosso cliente sempre tenha o açaí de verdade e deixamos de usar calda de caramelo para deixar nosso produto o mais natural possível”, frisa.

No cardápio da empresa goiana são oferecidos produtos feitos com açaí e cupuaçu, além de wraps e sanduíches balanceados. Atualmente, conta com cerca de 500 funcionários e 152 lojas (são 10 unidades próprias e 142 franqueadas) em 13 Estados do Brasil. A primeira filial no exterior foi aberta no Florida Mall, em Orlando, e há projetos de franquias para Portugal, Espanha África do Sul e Angola para até o final deste ano. “Encontramos um nicho e construímos uma marca forte. Apenas no ano passado aumentamos em 40% as unidades franqueadas. Isto com uma grave crise na economia do País”, diz Frederico.

Franquias

Para produzir um açaí na tigela “de verdade”, vários ajustes foram realizados no setup da máquina antes dos sócios terem a certeza da qualidade do produto. Resolvida a questão técnica da máquina, surge outro problema. Como a ideia sempre foi de fazer da Fast Açaí uma franqueadora, a opção inicial dos sócios era o de contratos com shoppings centers. Mas, como a empresa era desconhecida, não houve interesse comercial. Isto apenas no início. Logo os centros de compras passaram a fazer contato para conseguir uma unidade da Fast Açaí. “Quando o produto é bom, o retorno é rápido”, enfatiza Frederico.

A Fast Açaí se torna uma franqueadora em 2014. “Tínhamos planejamento estratégico para abrir 50 unidades em cinco anos. Atingimos essa marca no primeiro ano”, afirma o empresário. Neste ano a franquia recebeu o selo de excelência da Associação Brasileira de Franchising (ABF), na categoria Pleno.

Tornar a Fast Açaí uma franqueadora ajudou no crescimento da empresa, mas outras decisões também contribuíram. Criada para atender um público de maior poder aquisitivo, os quatro sócios perceberam que podiam ampliar o raio de atuação da empresa. Para isto, aumentaram o mix de produtos.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.

3 thoughts on “Movida a açaí: empresa goiana cresce 200% em quatro anos”

  1. Avatar Wilson Dell disse:

    Muito bom os produtos. Sucesso merecido .

  2. Avatar Ricardo disse:

    Realmente um case de sucesso que premia a competência e trabalho duro desses empreendedores.

  3. Avatar Rosane Cunha disse:

    Parabéns! Tenho administração p sucesso de vocês.