Como calcular o estoque inicial

Como calcular o estoque inicial

20 de junho de 2017

Abri meu primeiro negócio: loja de reconhecida franquia de calçados num shopping da capital. qual a quantidade de estoque ideal para se manter na empresa com faturamento médio estimado em R$ 100.000,00 por mês?

Luis Carlos Borba, de Goiânia

 

Obrigado pela pergunta, Luis Carlos. É a primeira de muitas que vamos responder neste espaço do EMPREENDER EM GOIÁS para ajudarmos empreendedores na gestão dos seus negócios.

Antes de mais nada, se vai empreender, faça uma avaliação cuidadosa da sua ideia de negócio. Começar com uma franquia pode trazer uma série de vantagens como, por exemplo, marca conhecida, processos de trabalho já modelados, produtos/serviços testados no mercado, gestão de conhecimento (aprendizado gerado pela operação do negócio por outros franqueados), etc. Por outro lado, existem também outros pontos a serem considerados como: os investimentos específicos exigidos por franqueadores para a abertura do negócio, taxa de franquia, regras rígidas de alguns franqueadores, dentre outros.

Após esta análise, o próximo passo será a elaboração de um bom plano de negócios. Dedique-se a aprender como elaborar o plano de negócios e, se necessário, busque auxílio de um profissional da área de consultoria ou de uma instituição como o Sebrae. Uma das etapas do plano de negócios é o planejamento financeiro, na qual será calculada a necessidade de capital de giro e a necessidade de estoque inicial.

Para cálculo de necessidade do estoque inicial, alguns elementos são essenciais:

  1. Faça uma avaliação detalhada do seu público alvo, levantando as seguintes informações: qual o tamanho do público alvo? Qual é o market share (posição no mercado) projetado para a sua empresa? Quais são os hábitos de consumo? Quais são os fatores decisivos de compra (preço, marca, etc)?
  2. Levante informações sobre quais modelos, cores e tamanhos dos calçados tem maiores vendas. Estas informações podem ser conseguidas com o franqueador, mas também entre em contato com outros franqueados da mesma marca e faça entrevistas com pessoas que tem experiência neste mercado (vendedores, representantes, lojistas, etc). É recomendável também coletar informações com entidades associativas como federações e associações comerciais.
  3. Identifique quais períodos do ano há maior procura pelos seus produtos (as fontes de informações podem ser as mesmas do item anterior).
  4. Peça informações detalhadas sobre o modelo de negociação dos seus fornecedores (prazo de entrega, pedidos mínimos, sistema de venda por coleções, prazos de pagamentos, etc).
  5. Formule sua política de preços e faça a formação de preços dos seus produtos.

Com estas informações você terá condições de projetar o volume de vendas mensal para cada mês do ano (levando em consideração as sazonalidades que podem impactar seu ramo de negócio e os modelos e cores que são mais procurados).

Com a projeção de vendas, formação de preços e o conhecimento das políticas de negociação do fornecedor (vendas por coleção, prazo de entrega, etc), será possível calcular a necessidade de estoque inicial. Com a empresa já funcionando, é fundamental que você mantenha registros precisos de toda a movimentação do negócio (compras, vendas, estoque, indicadores financeiros, etc).

Estes registros vão gerar um histórico que irá contribuir no futuro para o aperfeiçoamento das projeções e metas da empresa.

Tem dúvidas sobre a gestão do seu negócio? Envie por e-mail para o nosso especialista Joe Weider: contato@empreenderemgoias.com.br

Joe Weider é diretor de Operações da Brainstorming Consultoria (www.brainstorming.com.br) e coordenador do MBA em Empreendedorismo e Inovação do IPOG.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.