Fegobel deve receber 40 mil pessoas neste ano com a participação de 170 expositores no Centro de Convenções de Goiânia

Com a expectativa de receber 40 mil pessoas, a Fegobel+ 2019, que chega a sua 19ª edição neste ano, deve movimentar R$ 7 milhões em negócios durante os três dias de evento. Focada no segmento da beleza, a feira começa neste domingo (16/06), no Centro de Convenções de Goiânia, e vai até a próxima terça-feira (18/06). Ao todo, 170 expositores apresentam novas tendências do mercado para o público e para os empreendedores.

O presidente do Sindicato dos Proprietários de Barbearias e Institutos de Beleza do Estado de Goiás (SindiBeleza-GO), Marcelino Vitor Lucena, lembra que o segmento engloba as áreas capilar, cosmética e estética, barbearia, maquiagem, manicure e pedicure, e passa longe da crise. “Toda mulher tem pelo menos um batom na bolsa”, brinca, ao falar ao EMPREENDER EM GOIÁS.

Segundo ele, a expectativa de faturamento são superiores à da edição do ano anterior, quando a feira recebeu cerca de 35 mil pessoas e contabilizou R$ 5 milhões em negócios. A tônica da Fegobel+, destaca, é a qualificação, que seria o grande desafio, segundo Lucena, para estes empreendedores.

Na programação, constam congressos científicos, cursos e workshops. “No mercado, todos os dias, há lançamentos de novas técnicas, produtos e tecnologias. Então, o profissional tem que estar muito antenado. E como ele faz isso? Se qualificando, vendo as tendências do mercado para inovar em seus estabelecimentos”, pontua.

O evento também terá formações voltadas para estudantes e recém-graduados na área de estética e cosmética. Em Goiás, segundo Lucena, pelo menos oito instituições de ensino superior oferecem o curso, inclusive a Universidade Estadual de Goiás (UEG). “Há uma grande procura de profissionais que querem atuar na área. A indústria de cosméticos, por exemplo, cresce quase três vezes mais do que as outras”, cita.

Se qualificação ainda demanda atenção dos empreendedores, em termos de formalização o mercado da beleza avançou passos largos nos últimos anos, de acordo com o presidente do sindicato da categoria. “Hoje, a maioria dos empreendedores individuais estão na área da beleza, em Goiás e no Brasil inteiro. Até cinco, seis anos atrás, 80%, 90% vivia na informalidade”, compara, citando o recente “boom” de barbearias voltadas para o público masculino que ofertam, além do corte, atendimento diferenciado e que deram “uma nova roupagem” para os profissionais da beleza.

De acordo com o presidente do Sindibeleza-GO, são esperados visitantes de outros Estados, como Pará, Brasília, Tocantins, Minas Gerais, além de caravanas do interior de Goiás. Os visitantes, inclusive, concorrem ao sorteio de um carro. O passaporte para os três dias custa R$ 20. A participação nos cursos, congressos e workshops demanda um cadastro específico, que tem valor diferenciado e dá acesso à programação geral.


Deixe seu comentário