Um megaprojeto para a construção de complexo petroquímico e refinaria em Alexânia será apresentado nesta sexta-feira (07/06), às 15 horas, no auditório da Câmara dos Deputados. Os números impressionam (e muito): a estimativa é que empreendimento seja avaliado em US$ 10 bilhões (cerca de R$ 40 bilhões!) e vai gerar 20 mil empregos diretos e 60 mil indiretos no município goiano e região. Nenhuma empresa em Goiás, seja pública ou privada, tem este valor de mercado.

A prefeitura de Alexânia informou na sua página oficial na internet que o empreendimento será “a maior refinaria da América Latina, com capacidade de produzir 10 milhões de barris de petróleo por dia”. É quase quatro vezes maior que a atual produção diária da Petrobras. São números que geraram alguma desconfiança no meio empresarial goiano.

O responsável pelo megaprojeto é o Grupo Kundalini & Arcaport Hagar, com sede em Águas Claras (DF). O EMPREENDER EM GOIÁS fez várias pesquisas na internet e consultou algumas lideranças empresariais do Estado sobre esta empresa. Ninguém conhece ou sequer ouviu falar. São raras as menções também sobre o grupo na internet. Site oficial? Não existe. Até o e-mail usado pela empresa para o envio do convite (inclusive para alguns empresários goianos) à apresentação na Câmara dos Deputados foi o gratuito da Yahoo.

A presidente do grupo se chama Nilce Fonseca que apresentou o megaprojeto, no final do ano passado, para a prefeitura de Alexânia. Há apenas um registro no site oficial do município, onde informa que a pedra fundamental seria lançada em fevereiro deste ano e a obra demandaria “mais ou menos” 12 meses. Nada mais foi informado. A empresária Fonseca também conseguiu agendar no final do ano passado uma audiência no então Ministério de Desenvolvimento para apresentar o projeto de refinaria em Goiás. Não há registro se foi atendida pelo ministro ou qualquer outro representante do governo federal da época.

O megaprojeto para construir refinaria em Alexânia não é o primeiro apresentado pelo grupo empresarial. No final de 2012, apresentou projeto Complexo Multimodal Arcaport, para ser instalado no município baiano Entre Rios. Investimento total estimado: US$ 80 bilhões em recursos privados, com geração de 700 mil empregos diretos. Não há nenhuma informação sobre o que aconteceu com o projeto. Realidade nunca se tornou.

Num comentário no perfil da prefeitura de Alexânia no Facebook, a empresária defende o megaprojeto para a cidade. “Quero informar a todos que não é mentira e nem ilusão. Nem tão pouco tem a ver com qualquer questão política nesse país. O projeto não está envolvido com política. É sério e realmente irá acontecer. Estamos cumprindo com todas as exigências juntos aos órgãos competentes para obtermos as licenças e iniciarmos as obras. É um projeto complexo, muito grande, portanto tem o seu tempo de maturação. Mas, com certeza, acontecerá em Alexânia. Todos recursos que serão investidos nesse projeto são próprios, ou seja, financiamentos internacionais com garantias reais. Acreditem e defendam sempre este projeto, pois ele é real e irá beneficiar muita gente”, postou Nilce Fonseca.

A apresentação do megaprojeto nesta sexta-feira na Câmara dos Deputados foi solicitada pelo deputado federal Pastor Eurico (Patriotas), de Pernambuco. Nilce Fonseca, aliás, filiou no Pros em 2016. Na filiação, o partido apresentou a empresária como “proprietária do projeto portuário Multimodal Arcaport, o maior terminal privado do mundo e tem como objetivo usar o faturamento para contribuir com o meio social”. A empresária complementou: “Serei a primeira mulher a construir o maior porto do mundo. Estou quebrando paradigmas.”


Deixe seu comentário

3 comments

  1. Luiz AREAS Responder

    É a refinaria do COMPERJ que assaltaram e está 90% pronta joga no lixo né seu presidente Castelo Branco seu governador patricinhopatricinho que adora aparecer nas redes sociais boneco de presépio parem de enganar o povo parem de roubo deixa nosso pais crescer . O Brasil precisa de governantes nao de bonecos de presépio

  2. Luiz AREAS Responder

    MPF. STF. MEM. PRESIDENTE CASTELLO BRANCO. PRESIDENTE JAIR BOLSONARO. AONDE VOCES ESTÃO A REFINARIA DO COMPERJ ESTÁ COM 90%DE SUAS OBRAS PRONTAS PORQUE NAO ATIVA- LA PELO AMOR DE DEUS.

  3. minéia rita Responder

    será verdade mesmo ou apenas comentários ? tenho anos me preparando para este momento e até agora nada ,isso irá gerar muitos empregos para este povo tão carente de alexânia .