Parqville Pinheiros, no Setor Garavelo , a ser concluído pela CINQ no segundo semestre deste ano, tem 415 lotes de 300 m² a 670 m² em área de 60 mil m²

Assim como o mercado de apartamentos começa 2019 reforçado pela retomado das vendas, o setor de condomínios horizontais da Grande Goiânia também enxerga dias melhores neste ano. Influenciados pelo mote da segurança combinada com maior área verde, consumidores goianos colocaram a capital como líder regional desse mercado.

Segundo dados de uma pesquisa do Sindicato de Condomínios e Imobiliárias de Goiás (Secovi-GO), Goiás possui 362 condomínios de casas, sendo 255 distribuídos em Goiânia (204) e Aparecida de Goiânia (51). “Esse número vai crescer em pelo menos mais 8 ou 10 empreendimentos só neste ano”, afirma José Humberto Carvalho, diretor da imobiliária Urbs.

José Humberto diz que as condições de infraestrutura e serviços melhoraram muito no entorno desses empreendimentos, desde que eles começaram em Goiás nos anos 90, na esteira de um “boom” iniciado no Brasil por São Paulo 20 anos antes. Normalmente instalados nos arredores das cidades, esses projetos acabavam “isolando” o morador dos principais pontos de serviços da cidade.

“Isso mudou muito. Hoje você tem bancos, escolas e bons supermercados próximos desses condomínios em praticamente todo lugar. Além disso, a oferta de serviços dentro dos próprios condomínios também evoluiu. E o goiano gosta de casa, foi acostumado a reunir família e amigos em ambiente aberto para o churrasco no fim de semana”, analisa.

Com previsão de entrega pela Cinq no fim do ano, o Parqville Jacarandá tem 47 mil m² distribuídos em 320 lotes de 300 m² a 400 m², no centro de Aparecida de Goiânia

Mais varanda, menos cômodos

De olho no revigoramento desse mercado, a FGR, empresa líder nesse segmento em Goiás, prepara quatro lançamentos para este ano na Grande Goiânia, com projetos para Goiânia (2), Aparecida de Goiânia (1) e Senador Canedo (1).

Um quinto será lançado também em Brasília, onde o conceito “Jardins” da empresa chega pela primeira vez. “Nos últimos três anos, lançamos apenas 2 condomínios por ano, mas neste ano nossa meta é dobrar esse número porque estamos confiantes na retomada da economia”, diz Michelle Perez, diretora comercial da FGR.

Os novos “Jardins” da FGR, cujo primeiro condomínio (Jardins Viena) está completando 25 anos, terão metragens que vão de 250 m² a 600 m² e preços variando entre R$ 550 a R$ 1.000 o m². “Há uma tendência hoje de casas menores mesmo em lotes maiores, os clientes estão preferindo ter menos cômodos e mais varanda, mais área livre, por causa da mudança do estilo de vida e pelo custo de manutenção das casas”, diz a executiva da FGR.

José Humberto: “As condições de infraestrutura e serviços melhoraram muito no entorno desses empreendimentos, desde que eles começaram em Goiás nos anos 90”

Novo perfil

Empresa com apenas seis anos de mercado, a CINQ Desenvolvimento Imobiliários também quer dar um “up grade” em seu portfólio de condomínios horizontais na Grande Goiânia. A empresa, que já lançou dois projetos com a marca Parqville em Aparecida de Goiânia, programa mais dois lançamentos em Trindade neste ano e inicia 2019 com a expectativa de comercializar mais de 1.900 lotes em novos empreendimentos.

Em Aparecida, conta o engenheiro Eduardo Oliveira, diretor da empresa, os condomínios Parqville Pinheiros e Jacarandá estão próximos de serem entregues. O primeiro deles, próximo ao Setor Garavelo (Parqville Pinheiros) deve ser concluído no segundo semestre deste ano. São 415 lotes de 300 m² a 690 m² em área de 384.975 m² à margem de uma das mais importantes vias do setor (Avenida Igualdade) e próxima do shopping Portal Sul.

O condomínio contará com ciclovias, pistas de caminhada, quadras poliesportivas, trilhas em Área de Preservação Permanente (APP), academia ao ar livre e parque infantil. Com previsão de entrega pela CINQ no segundo semestre de 2020, o Parqville Jacarandá tem 290.400 m² distribuídos em 403 lotes de 312 m² a 655 m² no centro de Aparecida de Goiânia.

Michelle Perez: “ A FGR prepara quatro lançamentos para este ano na Grande Goiânia, com projetos para Goiânia (2), Aparecida de Goiânia (1) e Senador Canedo (1).

Mais projetos

Outras cidades da Grande Goiânia que estão entrando na mira das incorporadoras é Senador Canedo e Nerópolis. Nos últimos anos, a primeira já recebeu 6 projetos do gênero e a Brasil Desenvolvimento Urbano (BrDU) entrega em dezembro deste ano, na saída para Nerópolis, o Villagio Toscana, condomínio de 344 lotes de tamanho médio de 372 m² e preço médio de R$ 537 o m².

“Esse projeto já está completamente vendido e preparamos um outro do mesmo perfil para a região no ano que vem”, diz Themis de Paula e Sousa, gerente comercial da empresa que possui loteamentos em seis estados brasileiros. A BrDU combina loteamento e condomínios horizontais num mercado que vai se especializando na medida em que mudam o perfil e estilo de vida do público, conservando a vontade de morar em casa, com mais segurança e cercado de verde.


Deixe seu comentário