Primeira turma do curso “Plano de Negócios para Empreendedores”, que tem a participação de 50 anos

O empresário Ricardo Pinheiro tem uma indústria que produz espetinhos. São mais de 24 anos de experiência na área. Depois de dividir a gestão do negócio com a família, agora é ele que está à frente da empresa sozinho, com intenção de investir em novos maquinários. A solução encontrada foi o Crédito Produtivo, linha especial de crédito subsidiado concedida pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento (SED). Para ter acesso ao financiamento, Ricardo está entre os 50 alunos da primeira turma do ano do curso “Plano de Negócios para Empreendedores”, oferecido pela SED em parceria com a Goiás Fomento e o Sebrae. O curso, que é realizado na sede da Goiás Fomento, no Centro de Goiânia, começou nesta segunda-feira e é pré-requisito para obtenção do crédito.

Como Ricardo, muitos alunos têm interesse em montar ou expandir o próprio negócio. Hugo Leonardo Ribeiro, por exemplo, trabalha há três anos com distribuição de calçados para lojas e supermercados. Com o crédito, espera aumentar o estoque e expandir a área de distribuição. Já Wanessa do Carmo, proprietária de uma empresa de transportes em Goiânia, pretende comprar uma carreta para transportar grãos da safra. Os três alunos concordam que as aulas podem trazer novos conhecimentos mesmo para quem já tem experiência com o próprio negócio.

Novos caminhos

Para o superintendente de Micro e Pequenas Empresas da SED, Marcos Arriel, as aulas mostram novos caminhos para os empresários. “À medida que o empreendimento vai avançando, é possível ter acesso a crédito, incentivo fiscal, auxílio às exportações, entre tantas outras iniciativas. É um conjunto de ações que o Governo de Goiás oferece para auxiliar os empreendedores”, destaca.

Além disso, no curso de 12 horas dividido em três dias de aula, o aluno tem noções das diversas etapas de gestão do negócio, das noções de empreendedorismo ao planejamento estratégico. “Ao final, o aluno pode até entender que deve esperar um pouco mais para acessar o crédito, ou seja, precisa sanar algum problema interno de gestão da empresa para então assumir o financiamento”, afirma o coordenador de Acompanhamento, Parcerias e Correspondentes da Goiás Fomento, Weliton de Araújo Brito. Além de curso, os candidatos também devem atender outros critérios da Goiás Fomento antes de ter acesso ao Crédito Produtivo.

Sobre o curso

A SED oferece 50 vagas em cada turma, tendo como público-alvo microempresários e empresários de pequeno porte, empreendedores individuais (MEI) e potenciais empreendedores.

O planejamento do conteúdo leva em consideração o perfil da turma, que varia de novos empreendedores a pessoas com mais experiência no próprio negócio. “Tomamos o cuidado para que o curso contenha todos os conceitos básicos necessários e, ao mesmo tempo, não deixe de fomentar os negócios que já têm mais tempo de mercado”, conta o gerente de Capacitação e Desenvolvimento da SED, Leandro Crispim.

A linha de crédito tem taxa de juros subsidiados de 0,5% ao mês, no valor de até R$ 50 mil para ME e R$ 30 mil para MEI, com prazo de até 36 meses, carência de até seis meses, tendo como agente financeiro a Agência de Fomento de Goiás. O curso faz parte do projeto Crescer Competitivo, voltado para a capacitação, orientação e acesso ao crédito para empreendedores. O objetivo é fortalecer os empreendedores para que possam gerir melhor o negócio, contribuindo assim para o desenvolvimento e crescimento das empresas, ao fomentar essas atividades com uma linha especial de crédito com juros subsidiados.


PROGRAME-SE

Datas do curso:
4 a 6 de fevereiro de 2019 (turma fechada)
11 a 13 de fevereiro de 2019
25 a 27 de fevereiro de 2019

Inscrições:
Realizadas às segundas-feiras por meio dos telefones (62) 3201-5527/5531/5532. A participação é gratuita.

Local:
Goiás Fomento – Avenida Goiás, nº 91, Setor Central, Goiânia -GO
Horário: 8h às 12h

Público-alvo:
Empresários de Microempresas e Empresas de Pequeno Porte
Microempreendedores Individuais (MEI)
Empreendedores do Agronegócio


Deixe seu comentário