Facundo Guerra: “É preciso ter uma razão para empreender, pois empreender é se expressar através do seu produto. Seu produto é um pedaço de você, ele reflete a sua cabeça.”

“As oportunidades de empreender são muitas, em diversos ramos de atividades. Mas as pessoas estão empreendendo do jeito errado e até por razões equivocadas. Daí a necessidade de se ter uma capacitação técnica antes de começar o negócio”. O alerta é de Facundo Guerra, 37 anos de idade, um dos cem empreendedores mais influentes do mundo, em entrevista ao EMPREENDER EM GOIÁS, antes de falar no Circuito de Palestras Sebrae-GO – Inovação com propósito e sem dinheiro -, nesta quarta-feira (8), no Centro de Convenções de Goiânia.

Facundo diz que toda pessoa ao se tornar empreendedora precisa, primeiro, ter um propósito e capacitação técnica. “O primeiro passo é saber o que é capital de giro e saber o que é contas a pagar e a receber. Muita gente abre um negócio e pensa que está empreendendo e já começa a expandir. Entra num círculo vicioso. Quanto mais dinheiro ganha, mais dinheiro gasta e mais o seu custo de vida aumenta. Aí é que está o perigo da pessoa se afundar”, alerta.

A dica de Facundo Guerra aos novos empreendedores, e aos que já estão empreendendo, é que se preparem através de estudos, busquem assessoria técnica com o Sebrae, tenham conhecimentos de finanças, de administração e do negócio que estão realizando. “Apenas com ideia romântica não se alcança sucesso. É preciso ser bom no que se propõe a fazer”, afirma.

O empresário tem convicção que a economia brasileira vai melhorar e muito a partir do próximo ano, por isso sugere aos empreendedores que tenham sangue frio, neste momento, até o Brasil superar as adversidades. Outra dica é não terem atitudes desesperadas e nem relaxarem na qualidade dos produtos e serviços oferecidos aos consumidores.

Na opinião de Facundo Guerra, com poucos recursos financeiros é possível montar um negócio de sucesso, desde que a pessoa tome todos os cuidados. “O empreendedorismo é o futuro no Brasil, pois já não existem empregos como os ofertados nas décadas de 70 e 80”, observa.

Sucesso

Com mais de 10 negócios de sucessos voltados ao entretenimento e ícone da noite paulista, além de ser referência em inovação e economia criativa no Brasil, Facundo Guerra, nascido na Argentina e filho de pais brasileiros, não planejou ser empreendedor. Foi quase forçado a seguir este caminho, como ele mesmo conta, após perder o emprego numa multinacional, em São Paulo.

Com o dinheiro da indenização se associou a um amigo e abriu uma confecção de roupas, que logo faliu. Mas logo surgiu outra oportunidade de se tornar sócio de uma boate no Centro de São Paulo. Daí não parou mais. “Empreender é uma viagem sem retorno. Você sai do mercado de trabalho e não vai conseguir voltar. Por isso, é preciso ter uma razão para empreender, pois empreender é se expressar através do seu produto. Seu produto é um pedaço de você, ele reflete a sua cabeça”, sentencia Facundo.

Facundo Guerra: “O empreendedorismo é o futuro no Brasil. Mas para empreender, é preciso ter propósito e capacitação técnica. Na basta ter apenas uma ideia romântica.”

Círculo

Nos próximos meses, o Sebare Goiás vai promover 27 edições do Círculo de Palestras que contarão com palestras e talk shows com temas relacionais ao empreendedorismo e inovação; gestão e liderança e mercado.

As palestras são gratuitas e as inscrições podem ser feitas na loja virtual Sebrae https://lojavirtual.sebraego.com.br/loja/ ou na Central de Relacionamento 0800 570 0800. O Circuito de Palestras é um evento aberto ao público, que apresenta em cada edição em média três palestras, com palestrantes de renome nacional e empresários de sucesso, cujas experiências empresariais podem inspirar o público a também empreender no próprio negócio. Este ano, fazem parte do time de palestrantes Facundo Guerra, Christian Barbosa, Claudio Tomanini, Vandré Salles, Thatiane Deândhela, Janderson Santos, Chris Taveira e Aline Jajah.

O diretor-superintendente do Sebrae Goiás, Igor Montenegro, explica que as palestras proporcionam aos participantes o acesso a informações atualizadas sobre os diversos temas abordados (empreendedorismo e Inovação, gestão e liderança e mercado, dentre outros), além das experiências exitosas dos palestrantes, que por sua vez, praticam o empreendedorismo em suas atividades.

Montenegro ressalta a importância da inovação, um dos temas do Circuito de palestras deste ano. “Faz parte da missão do Sebrae promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios através da inovação dos seus produtos, processos e serviços. Inovação é uma ideia ou invenção, que transformada e aplicada numa forma de atender a uma necessidade e implementada e aceita pelo mercado, gera rentabilidade e lucro para a empresa, movimenta a economia, muda hábito e quebra paradigmas”, completa.


Deixe seu comentário